O que é uma casa sustentável?

Casa Sustentável

O pensamento sustentável está cada vez mais presente no nosso cotidiano, e a cada dia surgem mais produtos e técnicas para diminuir o impacto de nossa rotina no meio ambiente. Mas você já pensou em viver em uma casa sustentável?

Saiba que, para isso, sua casa não precisa ser ultra high-tech, futurística nem gastar muito dinheiro. Entenda o que é uma casa sustentável e como você pode transformar a sua em uma:

Mentalidade sustentável

O que realmente torna uma casa sustentável é a mentalidade dos moradores. Estar ciente dos resíduos líquidos e sólidos que a casa produza quantidade de energia gasta e até o horário em que se utiliza é muito importante.

Explicamos: a grande maioria da energia gerada no Brasil vem das usinas hidrelétricas, que é uma das energias mais limpas do mundo. Porém, o problema é que não temos hidrelétricas suficientes para abastecer o país inteiro em todos os horários. Por isso, em horário de pico — ou seja, das 17h às 22h —, algumas termoelétricas são ativadas. Dessa forma, queimam-se toneladas de carvão e outros combustíveis fósseis, tornando a eletricidade em um recurso bastante poluente durante esses horários.

Se você reduz o seu consumo no final da tarde e à noite, portanto, já está fazendo do seu lar uma casa mais sustentável.

Construindo sustentavelmente

Muitos acreditam que, para construir um imóvel sustentável, é necessário usar materiais exóticos, biodegradáveis, importados, etc. Entretanto, na, a energia gasta e a poluição gerada com o transporte desses materiais muitas vezes os tornam mais nocivos para o meio ambiente que materiais convencionais e locais.

Outro ponto muito importante é utilizar somente o material necessário. Isso significa que pilares e outras partes estruturais da construção precisam ser calculados com cuidado para serem construídos nas espessuras necessárias e, assim, não abusar de matéria prima.

Aquecedor solar

Simples de montar e de instalar ou até fazer o seu próprio de garrafas pet, aquecedores solares contribuem muito para a diminuição do consumo elétrico, já que o chuveiro é um dos aparelhos que mais consomem eletricidade na casa.

O funcionamento é simples: o sol aquece a água nos canos e as propriedades da termodinâmica fazem o resto, puxando água fria da caixa d’água e substituindo-a por água quente. Mesmo no inverno, a água chega a 50 graus e se mantém quente mesmo horas depois do sol se pôr.

Painéis solares

O uso de energia de uma casa não é constante: ele tem picos de acordo com o uso dos habitantes, e os painéis solares não são capazes de produzir altas quantidades de energia sem ocupar, em contrapartida, grandes extensões de espaço aberto. Além disso, eles só produzem enquanto o sol estiver acima do horizonte.

Porém, vale ressaltar que isso não significa que os painéis são ruins. As companhias elétricas permitem que as casas com geradores de eletricidade “emprestem” sua eletricidade extra nos horários em que sua produção excede o uso e receba de volta nos horários de pico. A eficácia e sustentabilidade dessa ferramenta, portanto, depende de um uso consciente, e não apenas da sua instalação.

Resumindo, o conceito de casa sustentável é muito abrangente, e não basta apenas ter tecnologias como painéis solares: é preciso realmente pensar de forma sustentável em cada atitude do dia a dia.