4 cuidados necessários ao armazenar seus dados na nuvem

Quando falamos em internet e arquivos digitais, notamos que armazenar em nuvem, por um lado, é prático e melhora a guarda e manipulação dos dados. Mas também, pode ser uma potencial fonte de furto de dados, caso não sejam tomadas algumas precauções.

Para uso corporativo ou particular da internet, há sempre preocupação com operações seguras e proteção de dados para que não sejam roubados, vazem ou caiam na mão de pessoas mal-intencionadas, facilitando a ocorrência de fraudes.

Mas o que é armazenar os dados na nuvem?

O armazenamento na nuvem significa salvar seus dados em um espaço virtual, lembrando que este conceito se refere a um modelo em que é possível consultar, arquivar e executar diferentes tarefas pela internet. Isso permite que o usuário tenha acesso a seu conteúdo de qualquer lugar e a qualquer momento. Basta ter conexão com a internet.

Confira, a seguir, nossas dicas de segurança ao armazenar dados na nuvem.

1. Verifique a confiabilidade do serviço antes de armazenar na nuvem

cloud_cuidado_1

Este é o primeiro passo. Há serviços gratuitos e pagos. No entanto, também existem diferenças consideráveis entre eles (procure saber da empresa que está oferecendo a opção em Cloud). Dependendo de sua demanda e objetivos, você pode escolher entre as modalidades de nuvem oferecidas.

2. Entenda as diferenças entre as nuvens e saiba optar

cloud_cuidado_2

De modo geral, as nuvens se dividem basicamente em três tipos: públicas (espaços geralmente com limite de armazenamento e que compartilham estrutura com demais empresas, embora as informações sejam individualmente acessadas), privadas (um espaço contratado exclusivamente para armazenar dados seus, sem compartilhamento com outros usuários e em geral com maior capacidade para dados) e mistas (uma combinação dos dois tipos).

Normalmente, nuvens públicas permitem o armazenamento de até determinada quantidade de GB e, quando ultrapassado este limite ou há surgimento da necessidade de aumentar o espaço disponível para comportar todas as informações, são oferecidas algumas possibilidades de contratar planos diferenciados nos quais você passa a ter direito a um ambiente maior para a guarda dos arquivos, ou seja, uma nuvem privada que não tem compartilhada a sua capacidade com mais nenhum outro usuário.

Quais as possibilidades para armazenar os dados na nuvem?

Há diversas opções de armazenamento em nuvem voltadas a necessidades e funcionalidades necessárias especialmente na realidade de empresas (e até mesmo particulares), que enfrentam sempre o crescente desafio de gerenciar um volume cada vez maior de dados e também integrá-los da melhor forma para otimizar seus resultados e ajudar na produtividade.

Para quem utiliza equipamentos portáteis na rotina de trabalho, existem muitas possibilidades de armazenar dados na nuvem e também integrar este backup a demais ferramentas online do dia-a-dia da empresa, como calendários e e-mails.

Entre os serviços mais conhecidos, por exemplo, temos:

  • DropBox: permite armazenar até 2GB gratuitamente em espaços na nuvem dedicas a seus clientes e compartilhar dados com outros usuários que tenham este aplicativo instalado em seus dispositivos;
  • GoogleDrive: um serviço de disco virtual da Google para armazenar dados e arquivos diversos, sendo integrado com o Gmail e demais aplicações Google for Work;
  • iCloud: é similar, mas trata-se de nuvem disponível a quem utiliza produtos Apple, como o iPhone;
  • OneDrive: antigo SkyDrive, para quem possui conta na Microsoft (integrado ao Outlook.com);
  • Evernote: um tipo de banco para anotações que também salva as informações na nuvem em aparelhos com o sistema operacional Android (entre outras possibilidades).

3. Como manter a segurança no armazenamento em nuvens

cloud_cuidado_4

Senhas

  • Não utilize senhas óbvias e fáceis de decifrar;
  • Coloque senhas em todos os arquivos;
  • Não utilize a mesma senha para todos os serviços que acessar;
  • Não forneça suas senhas para outra pessoa, em hipótese alguma;
  • Ao sair do seu ambiente virtual, utilize as opções “Sair” e “logout”;
  • Altere suas senhas periodicamente;
  • Não salve senhas no navegador web.

Dados

  • Distribua seus dados em diversos compartimentos virtuais;
  • Não armazene nas nuvens dados sensíveis, confidenciais e estratégicos;
  • Mantenha backup dos seus dados;
  • Sempre utilize softwares originais quando precisar inserir dados para alguma operação
  • Faça compras somente em sites de boa reputação;
  • Verifique sempre o símbolo do “cadeado” nas URLs de páginas que peçam dados pessoais ou financeiros.

Sistemas e equipamentos

  • Utilize um bom antivírus;
  • Faça atualizações periódicas de segurança do antivírus, sistema operacional, navegadores e de todos os aplicativos;
  • Quando possível, utilize criptografia de dados;
  • Proteja também os equipamentos que mais costuma usar, com senhas e, se possível, em aparelhos com funcionalidades que permitam bloqueá-los em caso de roubo ou perdas (por exemplo, o iPhone oferece isso);
  • Tome cuidado com os dispositivos (especialmente os móveis) que podem ser facilmente furtados.

4. Conte com boas opções de restauração e recuperação de dados

cloud_cuidado_3

Embora armazenar na nuvem sugira especificamente um modo de manter os dados salvos em ambiente virtual, sem depender de máquinas ou equipamentos físicos que possam sofrer avarias ou danos, não está totalmente eliminada a possibilidade de haver certa perda de informações. Por isso, ter um bom serviço que garanta recuperação das informações contidas em computadores ou demais dispositivos de forma ágil, a partir de qualquer lugar e hora, em caso de intercorrências, é essencial para maior tranquilidade e evitar problemas com a integridade dos arquivos.