Seguro para celular em 2022: vale a pena contratar?

Fique por dentro das coberturas oferecidas pelo mercado

Estamos o tempo todo usando o celular. Ele se tornou quase uma continuação do nosso corpo, não é mesmo? E quando o aparelho quebra ou é furtado, nossa rotina pode mudar bastante. Mesmo que você não tenha um smartphone caríssimo, é importante tomar cuidado e se prevenir de situações inesperadas, que atrasam a rotina.  

Essa dependência (e também necessidade) faz com que muitas pessoas passem a cogitar um seguro para seus smartphones. Porém, é preciso ter calma na hora de fechar o contrato. 

Neste artigo, você vai ler como funciona o seguro para celular, quais são as coberturas e o que levar em conta na hora de contratar. Boa leitura!

Como funciona o seguro para celular?

Geralmente, as coberturas do seguro para celular incluem roubo, furto, quebra de tela, derramamento de líquidos, curto-circuito enquanto carrega e garantia internacional, com cobertura para viagens. 

Quais são as coberturas do seguro para celular?

O seguro geralmente é válido para celulares com valor mínimo de quinhentos reais e que tenham até dois anos de uso, tendo a possibilidade de renovar por até 3 vezes. Confira as quatro opções de planos disponíveis:

  • No plano de Quebra Acidental, você tem a cobertura de danos causados por quebra acidental, oscilações de energia, curto-circuito, oxidação causada por qualquer líquido. Não há cobertura para roubo e furto.
  • Já no plano de Roubo, seu celular é coberto em caso de roubo ou furto mediante arrombamento ou quando há uma ameaça. Nesse plano, não há cobertura para furto simples e danos por quebra acidental.
  • Ao optar pelo plano de Quebra + Roubo, seu celular tem a cobertura para danos causados por quebra acidental, oscilações de energia, curto-circuito, oxidação causada por qualquer líquido, roubo e furto com arrombamento. Não possui cobertura para furto simples.
  • Na opção mais completa, com o plano de Quebra + Roubo + Furto Simples, você tem a cobertura para furto simples, onde o furto ocorre sem o vestígio ou ameaça, além das coberturas de danos por quebra acidental, oscilações de energia, curto-circuito, oxidação causada por qualquer líquido, roubo e furto mediante arrombamento.

Além das coberturas disponíveis nos quatro planos, todas as opções contam com a Garantia Internacional, para você usar seu celular em qualquer lugar do mundo sem preocupação.

O que levar em conta antes de contratar um seguro?

Compare os preços

É fundamental que você compare os preços das seguradoras e avalie se eles realmente correspondem à cobertura oferecida. Geralmente, os planos mais simples custam a partir de 7% do valor do aparelho, enquanto os mais completos podem superar 25% do valor. 

Analise as coberturas oferecidas

Saiba que nem todas as seguradoras cobrem todos os riscos que citamos aqui. Alguns serviços normalmente se limitam à cobertura de roubo. Por isso, observe atentamente o que está no contrato e, claro, recorra à opção que realmente atenda às suas necessidades.

Verifique o valor da franquia

Observe também a franquia das seguradoras. Em casos de danos parciais, a franquia é aplicada ao valor do dano. Já em caso de perda total do aparelho, a franquia será calculada com base no valor atual do modelo. Analise também a restrição das empresas quanto ao ano do aparelho, pois, em alguns casos, acabam recusando o seguro para dispositivos com mais de um ano de uso.

Confira o tipo de indenização

Olhe também o que diz o contrato em relação à indenização e verifique qual a melhor opção para você. Determinados planos oferecem a reposição do celular enquanto outros realizam o reembolso do valor do aparelho ou dos gastos com o conserto.

Veja qual é o período de carência

Informe-se ainda se existe um período de carência que deve ser cumprido. Alguns planos estipulam um prazo inicial de 30 dias, sem que o cliente possa acionar a apólice. Se a sua prioridade é contratar um seguro sem carência, opte pelo seguro de celular da Porto Seguro, onde não há essa restrição.

Pesquise sobre a reputação da empresa

Descubra o máximo possível de informações ligadas à reputação da seguradora que você deseja contratar. Veja qual é a opinião dos consumidores e verifique se a empresa é fiscalizada pela Susep (Superintendência de Seguros Privados), que é o órgão responsável pelo mercado de seguros.

O seguro não é caro quando se compara ao valor de um celular novo. Por isso, a contratação vale a pena. No entanto, é preciso ter bastante atenção às regras, como carências, exclusões, franquias, além de avaliar se a cobertura atende às suas necessidades antes de fazer o contrato, certo?

Seguro para celular da Porto Seguro

Além de todas essas coberturas que você já leu, o seguro para celular da Porto está cheio de facilidades para você. Confira alguns deles: 

  • Parcelamento em até 12x; 
  • Cobertura de aparelhos com até dois anos de uso; 
  • Inclusão de acessórios; 
  • Apólice digital; 
  • Garantia Internacional para qualquer plano;
  • Desconto de 5% para clientes Porto Seguro Cartões;
  • Desconto de 10% na gocase e muito mais. 

Há diversos planos, cada um para atender a um tipo de necessidade.  

Agora que você já sabe qual é a finalidade do seguro para celular e quais são os pontos que precisam ser analisados antes de adquirir o seu, não deixe de contratar e garanta mais praticidade e conforto ao utilizar o seu aparelho.

Ficou interessado(a)? Acesse a Loja Porto e faça a cotação do seguro para celular. Ou, se preferir, fale com seu Corretor.