5 motivos para fazer um seguro de vida

Apesar de os seguros de vida não serem tão comuns como os de automóveis, por exemplo, eles são tão úteis quanto, e podem te ajudar em um momento de aperto para que você não comprometa suas finanças.

Que tal acompanhar nosso post para desmitificar o seguro de vida e conhecer 5 razões pelas quais você deveria fazer um?

Seguro de vida não é utilizado apenas em caso de falecimento

Ao contrário do que muitos imaginam, além de oferecer cobertura para casos de falecimento, os seguros podem possuir ainda cobertura em caso de doenças graves ou invalidez, como no caso do diagnóstico de câncer de mama, permitindo que o segurado faça o resgate de uma determinada quantia para auxiliar no tratamento ou para que mantenha seus padrões de vida mesmo que fique impedido de trabalhar. Esse auxílio pode ser utilizado, inclusive, para o caso de viagens necessárias para o tratamento.

O preço do seguro pode ser adequado à sua realidade

Muitas pessoas deixam de fazer um seguro de vida por acreditarem que o investimento é alto demais. Entretanto, na verdade, o que faz um seguro ser mais caro ou mais barato é a necessidade do contratante.

É claro que fatores como doenças graves ou idade elevada podem influenciar o valor de contratação, entretanto, cabe ressaltar que existem planos diferentes para atender ao bolso e às necessidades de cada segurado.

Você pode fazer um seguro mesmo se tiver problemas de saúde

Mesmo que tenha sido diagnosticado com algum quadro médico e/ou seja fumante, você pode contratar um seguro de vida. O que acontece, nesses casos, é que algumas coberturas podem passar por análise ou terem um valor mais alto, mas não há impossibilidade de contratação.

Seguro de vida pode e deve ser feito também por jovens que não tenham dependentes

Não é incomum acreditar que pessoas solteiras e sem filhos não precisam nem devem fazer um seguro de vida. Contudo, a realidade é que deve-se sempre considerar o futuro. Vale lembrar que o seguro pode beneficiar o próprio segurado nos casos de invalidez e doenças graves, permitindo que ele permaneça independente e mantenha seus padrões de consumo mesmo nessas situações.

Além disso, a vantagem de fazer o seguro enquanto ainda se é jovem é que o valor de contratação, nesse momento, será muito reduzido do que para quem opta por fazer um seguro em uma idade mais avançada.

Existem diferenciais que fazem o seguro valer a pena em qualquer caso

Ninguém contrata um seguro de vida imaginando que vai precisar usá-lo, mas e se o seguro valesse a pena mesmo se você falecer somente em idade bem avançada e de causas naturais?

Algumas seguradoras contam com redes de benefícios exclusivos para quem tem seguro de vida, entre eles descontos em diversos eventos culturais e em estabelecimentos como farmácias, academias, spas, livrarias e outros.

O receio em fazer um seguro de vida se baseia sobretudo na crença de que ele só beneficia pessoas mais velhas ou com muitos dependentes. Porém, como pudemos ver, o seguro oferece várias vantagens e pode ser feitos por qualquer pessoa.

Tomar a decisão de fazer um seguro de vida é se preocupar com seu futuro e garantir maior tranquilidade para você e para sua família nos momentos complicados. Já pensou nisso?