Segurança no trânsito: veja 7 cuidados para ciclistas adotarem!

Segurança no trânsito

Pedalar é uma atividade saudável, ecológica e econômica, mas a maioria das grandes cidades brasileiras ainda não está preparada para ciclistas. Sendo assim, é fundamental tomar alguns cuidados para garantir a segurança no trânsito e evitar que algo de ruim aconteça. 

Os riscos são variados, como acidentes e quedas, entretanto, algumas precauções ajudam a diminuir a probabilidade e os danos. Por isso, vale a pena investir na sua segurança e garantir uma experiência positiva.

Pensando nisso, trouxemos 7 cuidados que você deve tomar para aumentar a segurança no trânsito como ciclista. Confira nossas sugestões!

1. Use capacete

Os ciclistas devem utilizar equipamentos de segurança para tornar a experiência mais segura. Dentre as diversas alternativas, o capacete é uma das mais importantes, pois evita choques mais fortes da cabeça, região frágil e vital para o ser humano.

É claro que uma condução consciente é mais importante do que os acessórios, mesmo assim, é importante estar preparado para casualidades. O capacete diminui a chance de traumatismo craniano, que pode trazer consequências mais sérias para o ciclista.

Procure um modelo que seja confortável e seguro, sem comprometer a sua pedalada. Desse modo, você diminuirá o risco de algum problema em quedas mais leves, protegendo a sua cabeça.

2. Cuide da iluminação da bicicleta

A iluminação é um dos principais elementos de segurança, seja em carros, seja em motos ou qualquer tipo de veículo. Sendo assim, ela é essencial também nas bicicletas, pois permite que elas sejam vistas por pedestres e motoristas. Quando o ciclista é notado, a probabilidade de um acidente diminui, trazendo mais tranquilidade para o passeio.

Por isso, utilize luzes piscantes que chamem muito a atenção, branca na frente e vermelha atrás, como nos carros. Desse modo, todos saberão se você está indo ou vindo. Com esse recurso, é possível ter mais segurança no trânsito e evitar que algum acidente ocorra pelo fato de o motorista não ter consciência de onde sua bicicleta está.

3. Não ande na contramão

Algumas pessoas acreditam que pedalar na contramão facilita a visualização do trânsito, trazendo mais segurança. Apesar de o ciclista ver o movimento, outros fatores não tornam essa opção viável, portanto, é sempre melhor andar na mão correta.

Um pedestre que vai atravessar a rua, por exemplo, olha apenas para o lado de onde os carros vêm. Esse mesmo processo acontece com os carros que saem de uma garagem ou vaga de estacionamento, entre outras situações em que o ciclista fica desprotegido ou esquecido. Portanto, o correto é andar na mão certa, respeitando o fluxo normal de trânsito. 

Além disso, uma colisão frontal com um veículo aumenta bastante o impacto, podendo causar um acidente mais grave. Isso acontece porque as velocidades da bicicleta e do veículo são somadas, potencializando a batida. Quando você está do mesmo lado, o impacto é menor, diminuindo o estrago.

4. Tome cuidado com as portas

Outro ponto que merece a atenção é o cuidado com as portas dos carros parados. É normal que os motoristas olhem no retrovisor procurando um carro ou veículo maior, e acabem não vendo a bicicleta chegando, principalmente, à noite. Além disso, existem os pontos cegos e os distraídos, que também podem abrir a porta sem notar a sua presença.

Portanto, vale a pena ficar a uma distância que dê espaço para que a porta não provoque um acidente ou tombo. Se possível, mantenha pelo menos um metro dos carros parados, o que seria suficiente para desviar de uma porta. Nem sempre é possível enxergar alguém dentro do carro parado, por isso, a prudência é fundamental nesses casos.

5. Lembre-se de que a sinalização é importante

A sinalização faz parte do trânsito, mas com os ciclistas, ela deve ser feita pela pessoa, não pelo veículo. É essencial que os motoristas saibam para onde a bicicleta está indo, por isso, sempre sinalize o que pretende fazer, com sinais de mão.

A educação é parte importante desse processo, pois é preciso pedir passagem, dar a vez para os outros, entre outras interações cordiais. Para que a sinalização seja efetiva, é preciso fazer um sinal claro.

Agir de forma muita rápida pode prejudicar a visibilidade dos motoristas, que não entenderão qual é o seu caminho. Além de sinalizar, é preciso ver se o veículo entendeu a sua informação, para só depois continuar o percurso.

6. Use as ciclovias

Outro cuidado que deve fazer parte da sua rotina é a utilização de ciclovias, que são o espaço apropriado para os ciclistas, pois separam as bicicletas dos demais veículos que fazem parte do trânsito. Essas faixas são sempre mais seguras do que as ruas e avenidas, portanto, se elas existirem na sua cidade, não hesite em escolhê-las.

Quando não há essa opção, é preciso procurar alternativas. Em todo caso, é prudente evitar vias expressas, avenidas com muito fluxo e locais que tenham pouco espaço para os ciclistas. A rota é muito importante para que o trajeto seja seguro, portanto, saiba onde é melhor andar para diminuir os riscos da atividade.

7. Respeite as leis de trânsito

Além de seguir as dicas anteriores, também é muito importante respeitar as leis de trânsito brasileiras. É preciso saber que existem direitos e deveres dos ciclistas, pois desse modo, você poderá pedalar adequadamente, sem prejudicar o tráfego e se expor a riscos desnecessários.

Existem regras específicas para as bicicletas dentro do Código de Trânsito Brasileiro, que devem ser seguidas para que você tenha mais segurança e não corra o risco de sofrer penalidades. Dentre as leis, estão a proibição de andar pela calçada, respeitar o sinal vermelho e não andar pela contramão. Respeitando essas normas, você terá segurança e proteção, caso algo aconteça.

Neste artigo, trouxemos algumas dicas de segurança no trânsito para ciclistas. É fundamental incorporar esses cuidados quando for andar de bicicleta, pois eles contribuem para que a pedalada seja segura e tranquila. Portanto, procure investir nesses elementos e prestar atenção em cada recomendação, garantindo que a sua experiência seja sempre saudável e positiva.

Gostou das nossas sugestões sobre o assunto? Então, siga nossas páginas no Instagram e Facebook para receber outras informações relevantes para ciclistas!