Aprenda como fazer a manutenção de bicicleta em casa!

Manutenção de bicicleta

Itens de uso diário exigem reparos de forma periódica, por isso é importante saber fazer a manutenção de bicicleta em casa. É cada vez mais comum vê-las nas ruas do país e, em algumas cidades, elas já se firmaram como um dos principais meios de transporte, contribuindo tanto para o meio ambiente quanto para o trânsito.

Com o aumento da sua importância na rotina e os notórios problemas enfrentados pelos ciclistas, como a falta de ciclovias e os riscos presentes nas avenidas, ter uma bicicleta em boas condições de uso também reflete sobre a segurança do usuário. A boa notícia é que, na maioria delas, não há grandes mistérios para a revisão de seus sistemas.

Quer saber mais sobre como realizar manutenção de bicicleta? Selecionamos as principais dicas para você fazer essa tarefa na sua casa. Confira!

A importância de manter a bicicleta em boas condições

Ter uma bicicleta em perfeito funcionamento significa contar com uma companheira para todas as suas aventuras, independentemente da hora do dia ou da noite. Nesse sentido, tanto faz se você usa a sua para ir ao trabalho ou para se exercitar após o expediente e nos finais de semana.

A bicicleta é um dos meios de transporte mais amigáveis ao trânsito, ao planeta e ao seu bolso, pois custam uma pequena fração do valor de um carro, não pagam impostos anualmente e a manutenção é extremamente acessível e fácil.

Cuidar da sua pode até mesmo se transformar em um hobby ou eventual fonte de remuneração, além de representar o zelo com as suas coisas, que certamente exigiram esforços para serem conquistadas. Mais que isso, é de fato um esforço necessário à sua segurança e também à de pedestres, tendo em vista que na maioria das vezes os espaços nas vias urbanas são divididos e escassos.

As principais dicas para uma boa manutenção da bicicleta

A primeira é que você, caso se arrisque a realizar esse serviço, saiba muito bem o que está fazendo. Isso é, se aprofunde em saber como funcionam os sistemas e veja muitos tutoriais antes de colocar a mão na massa — ou melhor, na graxa. Isso evitará que comprometa peças que estão em bom estado e tenha que levar a um mecânico para corrigir também as suas falhas.

Mas não deixe que esse medo impeça de tentar, afinal a prática é fundamental para o aprendizado. Certamente, seus primeiros trabalhos não ficarão tão bons quanto os que seriam executados por um profissional, mas o importante é que você deixe a sua bicicleta ao menos melhor do que ela estava antes e esteja preparado para refazer determinados serviços de acordo com o que achar necessário.

Para diminuir a gravidade dos problemas e tornar a manutenção mais acessível, o ideal é que o uso da bicicleta não exija demais dela, isso é, evite subir e descer guias altas e, se possível, não a utilize em pistas irregulares e de terra. Uma utilização mais leve permitirá que a manutenção não incida sobre componentes difíceis de consertar, como o aro e as raias das rodas.

Mantenha a bike sempre limpa

A sujeira impregnada na bicicleta gera problemas em diversas peças e sistemas, como corrente e freios, devido à falta de lubrificação adequada e ao ressecamento de componentes de borracha. Outro problema é gerar desânimo para a realização da manutenção, que pode até fazer com que você passe a evitar a sua bike e a deixe de canto na sua garagem.

Para evitar essa situação, crie uma rotina de limpeza que exclua a necessidade de intervenções mais drásticas. Retirar a poeira semanalmente é uma dica importante, pois esse é o principal tipo de sujeita que ela acumulará.

Se você pegar uma chuva ou andar por terrenos com poças d’água ou lama, não adie a limpeza: faça na primeira oportunidade, com água, sabão e uma flanela para remover a umidade de peças que se oxidam com maior facilidade, a exemplo dos cabos e guidão.

Tenha também uma lata de óleo lubrificante para utilizar nas correntes, pois a água, além de retirar a viscosidade, enferruja as peças quando não contam com essa proteção. Isso também evita ruídos e o funcionamento irregular, que, com o passar do tempo, compromete ainda mais as peças.

Regule as marchas

Esse ajuste não é dos mais simples, mas faz toda a diferença na sua relação com a bicicleta, especialmente nos quesitos conforto e confiança. Esse sistema é fundamental para que você extraia o melhor da sua bike nas mais diversas situações, como subir ladeiras ou nos casos em que precisa de mais velocidade.

A manutenção também evita problemas comuns que tiram a paciência de qualquer ciclista, como a saída da corrente das catracas, o que causa acidentes, deixa imóvel em locais de pouco movimento e sob o risco de sofrer assaltos.

Confira como estão os pneus

São duas as suas tarefas quanto a esse tema: verificar a calibragem e o nível de desgaste. Pneus carecas representam o risco de ficar na rua a qualquer momento e escorregões em pisos com areia, por isso é uma tarefa indispensável e facilmente realizada por meio da simples observação.

Já a calibragem provoca outros problemas quando não estiver dentro do nível adequado. Se o pneu estiver mais vazio que o recomendado, você terá que se esforçar mais nos pedais e isso provocará um desgaste físico desnecessário, além de prejudicar o aro e os raios da roda, os quais podem ser amassados ao passar por obstáculos nas ruas.

Pneus muito cheios, por sua vez, também se tornam escorregadios e aumentam a trepidação, tornando o seu passeio desconfortável por não absorver algumas irregularidades no asfalto.

Verifique os freios

São itens essenciais para a segurança no trânsito, afinal um carro pode sair de uma garagem a qualquer momento sem que você perceba, bem como um pedestre distraído entrar no seu caminho. Ter atenção e cuidado está entre os direitos e deveres dos ciclistas e contar com freios confiáveis reduz vários riscos, por isso é importante manter a regulagem e as trocas de peças quando esgotada a vida útil delas.

A maioria dos sistemas são simples, por isso a manutenção de bicicleta não exige muitas ferramentas. Basta um bom canivete multiferramenta e algumas outras chaves específicas para possibilitar a maioria dos reparos e, dessa forma, fazer sua viagem tranquila em quaisquer condições.

Gostou dessas dicas? Aproveite e curta a nossa página no Facebook para receber novos conteúdos em primeira mão!