Lições de segurança de pessoas que superaram situações de risco

Estamos mais vulneráveis no nosso dia a dia, suscetíveis a assaltos e furtos. Acontecimentos desse tipo tem aumentado, mas existem precauções que podemos adotar para nos proteger.

Quais práticas de segurança podemos aplicar para nos prevenir? Qual o serviço de segurança mais adequado a cada realidade? E, mais do que isso, o que podemos aprender essas situações? Quer saber? Continue lendo este artigo!

Como se manter seguro?

Sair com a família para um final de semana na praia e, quando voltar, ter uma surpresa desagradável: a porta semiaberta e alguns móveis fora do lugar. É uma situação que ninguém gostaria de passar, concorda?

No entanto, isso pode acontecer com qualquer pessoa. A boa notícia é que muitas ocorrências, também, podem ser evitadas por um comportamento preventivo. Listamos algumas práticas de segurança a seguir. Acompanhe!

Crie uma rede de segurança domiciliar

No caso citado, a rede de monitoramento domiciliar poderia envolver os vizinhos. Apesar da rotina corrida, existem formas que facilitam a comunicação, como as redes sociais. Essas comunidades são ótimas oportunidades para trocar informações sobre movimentações suspeitas na rua.

Quando sair pra viajar, uma boa prática é avisar uma ou duas pessoas de confiança sobre o as datas de saída e chegada, para que eles possam monitorar a casa. Também pode comunicar aos familiares e amigos de confiança.

Mude sua rotina

Não tenha uma rotina fixa! As pessoas má intencionadas observam hábitos que se repetem e encontram brechas para agir. Não repita sempre as mesmas práticas. Por exemplo, tente não chegar sempre no mesmo horário e se o fizer, certifique-se de que não há movimentação suspeita no local.

Invista em equipamentos de monitoramento

Sistema de segurança composto por câmeras e alarmes ajudam a inibir assaltos e, quando há ocorrência, facilitam a identificação dos envolvidos. Os intrusos vão preferir uma casa, carro ou estabelecimento que esteja desprotegido e tenha falhas na segurança domiciliar.

Dificulte a vida do infrator

Furtos, geralmente, acontecem quando há qualquer tipo de distração. Por isso, fique atento! Não deixe celulares, carteiras e dinheiro em lugares de fácil alcance. Dificulte a vida do infrator: é bem provável que ele desista.

Sinalize às autoridades competentes

Reivindique iluminação pública para sua rua, se ela for insuficiente. Lugares bem iluminados inibem ocorrências. Cobre o policiamento efetivo no seu bairro. Caso você seja vítima, faça o boletim de ocorrência — em muitas cidades, ele pode ser realizado online — e peça respostas.

Bônus: cuide do seu psicológico

Pessoas que passam por situações de estresse, podem desenvolver certos distúrbios como o Transtorno de Estresse Pós Traumático. É importante procurar ajuda profissional depois de episódios de tensão para que a pessoa consiga dar novo significado ao fato.

Utilizar algumas práticas de segurança domiciliar ajuda a evitar situações de perigo. E quando não podem ser evitadas, uma boa maneira de passar por elas é levando algum aprendizado, seja para uso próprio ou para servir de lição para os demais.