Descubra como curtir a Copa do Mundo da FIFA™ com tranquilidade

Brasileiros, via de regra, gostam de futebol. Ainda mais quando falamos da seleção do País, que consegue unir torcedores de todos os times — e até quem não se identifica com  nenhum deles — em um único pensamento positivo. E é na Copa do Mundo da FIFA™ que esse sentimento fica mais aflorado.

Por ser o principal torneio entre seleções nacionais, a campeã é coroada como a melhor do mundo. E esse título dura por quatro anos, até que um novo mundial aconteça e haja uma nova vencedora. Por conta disso, muitos brasileiros passam os últimos meses (ou anos) que antecedem o evento se preparando financeiramente e planejando a tão esperada viagem.

Se você é uma dessas pessoas e quer poder viajar com tranquilidade deixando a casa vazia (seja nesta ou na próxima Copa), é melhor tomar alguns cuidados para se proteger e evitar imprevistos. Quer saber como fazer isso? Então, siga sua leitura e veja nossas dicas de segurança!

Viagens longas requerem planejamento e preparação

Viajar por longos períodos sempre exige planejamento e, quanto mais tempo de preparação, melhor. O bom é que a Copa do Mundo da FIFA™ só acontece de quatro em quatro anos.

Assim, há tempo suficiente para programar as férias, tirar passaportes e vistos, comprar passagens e reservar hospedagens.

Além disso, é bom pesquisar o clima local para escolher as roupas e arrumar as malas, adquirir antecipadamente ingressos para os jogos e ver quais são os melhores meios de transporte entre o hotel e os estádios.

Agora, sim: bagagem organizada, passaporte e passagens nas mãos e muita empolgação para assistir ao torneio. Tudo pronto, certo? Quase. É preciso pensar, também, em como proteger a sua casa que, fechada por tantos dias, pode atrair a atenção de criminosos ou passar por algum incidente que poderia ter sido evitado.

Confira algumas dicas que separamos para você curtir qualquer Copa do Mundo da FIFA™ com tranquilidade e ter a certeza de estar com a casa segura!

5 dicas para uma viagem tranquila para a Copa do Mundo da FIFA™

Para viajar com tranquilidade, assistir aos jogos e conhecer as atrações turísticas do país-sede, um lugar tão diferente do Brasil e com uma cultura tão diversa a nossa, é preciso ter a certeza de que tudo ficará bem com o seu lar — e isso vale para qualquer viagem.

Para isso, você poderá contar com sistemas de segurança e profissionais especializados, para cuidar da segurança do seu patrimônio.

1. Utilize o sistema Alarme Mais


A nossa primeira dica, vai para você, que quer ter maior controle sobre o que acontece na sua ausência ou quer uma segurança mais completa para o seu lar, a dica é contratar um serviço profissional como o Alarme Mais.

Ele inclui câmeras inteligentes que podem ser acessadas da Rússia, do Qatar, enfim, de qualquer lugar do mundo para acompanhar, em tempo real, o que está acontecendo no imóvel e, até mesmo, falar com quem está lá.

Com sensores sem fio que emitem alertas em caso de arrombamento de janelas e portas.. E tudo isso pode ser ativado ou desativado por meio de um smartphone, que também dá a opção de acender e apagar as luzes, para simular movimentação.

O Alarme Mais é um verdadeiro sistema de monitoramento em tempo real, com o acompanhamento de uma Central 24h que, quando necessário, aciona um Apoio Móvel para verificar qualquer problema no local, dando o máximo de segurança para o imóvel e tranquilidade para quem vai viajar.

2. Não comente sobre a viagem com desconhecidos

Comentar sobre a viagem com pessoas aleatórias na padaria, na lotérica ou no banco, por exemplo, é arriscado, pois não dá para saber quais são as intenções de quem está a sua volta ou das pessoas para quem elas podem contar. Assim, o melhor é ter cuidado.

Da mesma forma, evite compartilhar nas redes sociais essas informações. A menos, é claro, que você tenha um grupo restrito de contatos confiáveis. Nesse caso, vale até a pena comentar com eles para saber se alguém se prontifica a fazer aquela visita a sua casa no período em que você estará ausente.

3. Peça ajuda a alguém de confiança

Quando a viagem é longa, os efeitos do afastamento logo começam a aparecer, como plantas ressecando, correspondência se acumulando, além de folhas secas e lixo caídos na calçada e na garagem. Fora que quem passar por ela verá sempre as mesmas coisas: cortinas fechadas, luzes apagadas e janelas trancadas. Sinal claro de que não há ninguém lá dentro.

Portanto, peça para que um parente ou amigo vá a sua casa, a cada dois ou três dias, para fazer coisas como: recolher as cartas, abrir as janelas e as cortinas, ligar as luzes à noite, regar as plantas, enfim, movimentar o lugar para que não pareça abandonado.

4. Suspenda a assinatura de serviços

Para que contas de telefone, internet, TV a cabo e celular não fiquem largadas na caixa de correio ou na porta, suspenda esses serviços pelo tempo em que estiver fora. Além de ajudar a manter a sua casa mais segura, você ainda economiza.

Além disso, lembre-se de interromper a entrega de jornais ou revistas que assina. Esses produtos jogados dentro da casa e largados, são um dos principais indícios de que os proprietários foram viajar.

5. Feche os registros de gás e água


Não são só criminosos que ameaçam a segurança de um lar quando se viaja por longos períodos. Vazamentos de gás ou de água podem, também, ser bem perigosos em casas fechadas, causando estragos em móveis e assoalhos, ou criando uma situação de perigo de explosão e incêndio.

Por isso, antes de viajar, feche os registros de gás e de água. Essas chegam a ser preocupações de segurança, para quem mora em apartamentos e condomínios, até mais importantes do que as invasões e furtos.

Não se esqueça de colocar essas orientações em prática!
Gostou das nossas dicas? Quer receber outras informações e recomendações para a segurança de seu lar? Então, curta nossa página no Facebook, siga-nos no Twitter e acompanhe nosso perfil no Instagram!

Conhece o Alarme Mais?

Mais do que um alarme, uma solução completa para seu imóvel.

Saiba Mais »