Entenda a diferença entre roubo e furto

Diferença entre roubo e furto

Ao comprar um smartphone, câmera fotográfica, notebook ou tablet é importante tomar medidas que garantam a proteção do seu aparelho em caso de roubo ou furto. Mas atenção: há diferença entre uma coisa e outra. Mesmo que a maioria das pessoas tenham o costume de usar esses termos para relatar um incidente, a diferença está em como aconteceu a ação. Ou seja, tudo depende se a pessoa presenciou ou não a ação e se algum objeto foi usado para repreendê-la.

Diferença entre roubo e furto

Roubo

Quando a pessoa é roubada ela vê a ação, isto é, ela está ciente de algo estar sendo retirado de si sem sua permissão. Esse ato faz com que haja um contato entre o agressor e o agredido, mesmo que não exista nenhum tipo de violência. E vale ressaltar que para a justiça, não importa se houve violência ou não, o ato de roubar continua o mesmo.

Exemplos de roubo: quando a pessoa está andando com o celular na mão e ele é retirado por alguém. Ou então, quando está estacionando o carro e alguém usa um objeto na abordagem, obrigando a entregar o veículo.

Furto

Ao contrário do roubo, em que a pessoa vê e está consciente da ação, durante o furto a vítima não sabe e não vê o acontecimento. Para exemplificar melhor, é quando alguém estaciona o carro na rua e ao voltar ele não está mais lá. Neste caso a pessoa não teve contato e não viu quem praticou o ato contra ela.

Equipamentos seguros

Precisa de ajuda para proteger seu aparelho?

Faça uma cotação »