Qual a diferença entre roubo e furto?

Entenda a diferença entre roubo e furto e saiba como o seguro pode te proteger

Ao comprar um smartphone, câmera fotográfica, notebook, tablet, um carro ou qualquer outro bem valioso é importante tomar medidas que garantam a proteção em caso de roubo ou furto. Mas você sabia que há uma grande diferença entre roubo e furto?

Ambos querem dizer que algo foi roubado, certo? Bem, tecnicamente, sim. Mas isso não significa que uma acusação de furto e uma acusação de roubo sejam a mesma coisa. Aos olhos da lei, os dois crimes são distintos. Ambos têm suas próprias definições legais e penalidades.

“Furto” e “roubo” são termos comuns que se referem a tirar dinheiro ou propriedade pessoal sem permissão. No entanto, embora o furto e o roubo tenham algumas características em comum, os crimes são bem diferentes.

Mesmo que a maioria das pessoas tenha o costume de usar esses termos para relatar um incidente, a diferença está em como aconteceu a ação. Ou seja, tudo depende se a pessoa presenciou ou não a ação e se algum objeto foi usado para repreendê-la.

Diferença entre roubo e furto

Roubo

Quando a pessoa é roubada ela vê a ação, isto é, ela está ciente de algo estar sendo retirado de si sem sua permissão. Esse ato faz com que haja um contato entre o agressor e o agredido, mesmo que não exista nenhum tipo de violência. E vale ressaltar que, para a justiça, não importa se houve violência ou não, o ato de roubar continua o mesmo.

Para a Justiça, já que envolve violência contra alguém, o roubo, descrito no artigo 157 do Código Penal, é um crime bem mais grave do que o furto. Por isso, quem é apanhado roubando pode pegar de quatro a dez anos de pena.

Exemplos de roubo

Quando a pessoa está andando com o celular na mão e ele é retirado por alguém. Ou então, quando está estacionando o carro e alguém armado ou não, obriga a entregar o veículo.

Embora a maioria das pessoas associe o roubo à apropriação de bens, o crime também pode envolver o roubo de serviços. Por exemplo, dependendo da lei aplicável, o roubo pode ocorrer quando alguém não paga, mas usa:

  • acomodações em hotel ou restaurante, ou
  • transporte público.

Furto

Para ser considerado furto a vítima não precisa estar presente.

Furto ​​é um termo amplo que pode abranger uma ampla variedade de crimes. Ao contrário do roubo, em que a pessoa vê e está consciente da ação, durante o furto a vítima não sabe e não vê o acontecimento. 

Conforme o artigo 155 do Código Penal, a pena para quem furta é de um a quatro anos de cadeia. Para que o furto seja considerado qualificado, é necessário que haja destruição ou rompimento de obstáculo, abuso de confiança ou uso de chave falsa.

Exemplo de furtos

  • pegar o dinheiro ou propriedade pessoal de alguém sem permissão,
  • levar a propriedade embora, como seu carro,
  • ou manter a propriedade permanentemente.

Por que eles são diferentes?

Existem duas diferenças principais entre um roubo e um furto. O primeiro é a presença de uma ameaça de força. Um ladrão pode invadir uma casa quando sabe que não há ninguém, pegar a TV e as joias e sair correndo. Um ladrão pode fazer o mesmo, mas quando alguém está em casa. O ladrão deve usar uma ameaça, geralmente com uma arma, para roubar de sua vítima.

A segunda diferença é a localização da vítima. Um ladrão nunca precisa encontrar sua vítima. Eles podem pegar uma camisa em uma loja de departamentos e sair sem pagar. Para que algo seja considerado um roubo, deve haver algum tipo de ameaça, o que significa que deve haver alguém para ameaçar. Sem a presença da vítima, o crime não pode ser considerado roubo.

O que fazer no caso de roubo ou furto se tiver seguro?

  • Registre um boletim de ocorrência. Este documento será solicitado pela sua seguradora mais tarde.
  • Faça um aviso de sinistro para a sua seguradora o mais rápido possível, por telefone, e-mail ou site. Serão solicitados alguns documentos que comprovem o ocorrido e geralmente você consegue enviá-los através do site da seguradora ou por e-mail. Ela terá até 30 dias para pagar a indenização.
  • Caso seja seu carro que tenha sido roubado ou furtado, será pago o valor sobre a tabela FIPE no caso do seu carro não ser encontrado ou os danos serem totais. 
  • Fique atento! Quanto mais rápido for feito o aviso de sinistro, mais rápido ocorrerá o pagamento da indenização.

Resumo

 FurtoRoubo
O que é?O furto é caracterizado pela tomada de um bem material, sem que haja violência ou ameaça contra a vítima.O roubo consiste em um ato de subtrair um bem material de outrem por meio de violência ou ameaça.
LeiArt. 155.Art. 157.
VítimaNão está presente ou não percebe a ação.A pessoa está presente e sofre ameaça ou é alvo de violência. 
Tipo de crimeCrime comumCrime complexo 

Faça um seguro 

Para não ficar na mão no caso da ocorrência de algum desses sinistros, ter o seguro faz toda a diferença. 

Assim, você conta com apoio financeiro para evitar prejuízos, e também tem todo o amparo no momento em que mais precisar, como o serviço de assistência 24 horas, conforto disponível para quem é segurado.

Entre em contato com a Porto ou faça uma simulação online, e esteja sempre protegido de situações complicadas como furto ou roubo.