Instalações elétricas: saiba como evitar os problemas mais comuns

Instalações elétricas são bastante complexas e demandam conhecimento técnico, teórico e total atenção para serem feitas. Não é difícil encontrar casos de pessoas que terminam rapidamente uma reforma ou obra para economizar nos gastos e, mais tarde, acabam tendo problemas com a instalação, por exemplo, que não foi feita da melhor forma.

O fato de não se atentar aos cuidados necessários, pode deixar sua instalação vulnerável a vários erros, fazendo o custo aumentar, comprometendo a segurança do imóvel e o bom acabamento do projeto. Ainda, as falhas podem ter consequências extremamente graves, como a sobrecarga de componentes elétricos, que acabam levando a choques, curtos-circuitos e até mesmo incêndios. 

Para evitar falhas em sua instalação elétrica, selecionamos os problemas mais comuns que ocorrem, explicando por que eles são danosos à residência e o que você pode fazer para evitá-los! Continue acompanhando e confira. Boa leitura!

Sobrecarga da instalação

Aqui temos um cuidado que você deve ter todos os dias. Sobrecarregar benjamins, réguas e tomadas é, com certeza, um dos erros mais comuns cometidos nas instalações elétricas. Ao ligar vários eletrônicos no mesmo ponto, você acaba aumentando a chance de estragar os equipamentos, de haver um curto-circuito ou, ainda, de ocorrer algum acidente, como os choques elétricos.

A sobrecarga pode acontecer também no circuito elétrico. Bons exemplos são as torneiras elétricas, ar-condicionado e chuveiros, entre outros aparelhos com maior potência, que precisam ser instalados em circuitos separados. Sendo assim, jamais use o mesmo disjuntor para circuitos diferentes.

Tomadas perto da água

É fato que você precisará de tomadas na cozinha, na lavanderia e no banheiro. Mas é necessário ter atenção redobrada nesses ambientes. Para tanto, procure fazer a instalação das tomadas com certa distância das fontes de água, já que ela conduz eletricidade, então, manter as tomadas fora desse alcance reduzirão as chances de danificar os equipamentos e também de choques elétricos. Além disso, evite manipular aparelhos quando estiver com as mãos molhadas.

Falta de instalação do DR (Diferencial Residual)

O dispositivo DR (Diferencial Residual) é um componente obrigatório relacionado à segurança dos moradores. Ele protege contra choques elétricos, sendo determinante em lugares que podem molhar, como área de serviço, cozinha, banheiro, sauna, piscina etc. Os diferenciais residuais precisam ter alta sensibilidade.

Luzes piscando

Quando as luzes estão piscando é sinal de que há uma conexão elétrica ruim. É possível rastrear a origem da conexão ao anotar quais luzes estão assim. Caso todas estejam, você terá que rever o painel. 

O conserto para esse problema é trabalho para um eletricista. Caso a cintilação esteja localizada em apenas um cômodo, normalmente, é uma conexão de comutação frouxa ou um interruptor ruim. Além disso, é importante verificar todas as tomadas, pois algumas podem estar ligadas ao circuito de luz.

Troca do chuveiro

Trocar o chuveiro pode parecer uma tarefa corriqueira e bem simples, mas é preciso ter atenção, pois um dos erros mais comuns é instalar um chuveiro com uma potência acima do que a instalação suporta. Por isso, é preciso verificar com cuidado a potência do chuveiro e conferir se ela é equivalente à sua atual instalação.

Caso você não tenha segurança para fazer esse serviço, o melhor é buscar ajuda profissional. Fazendo isso, evita-se um acidente ou que o chuveiro queime, por ter instalado o aparelho de forma errada.

Fios e cabos desbitolados

Os fios desbitolados não têm certificação e nem regulamentação da ABNT, logo, não podem ser utilizados, já que o material usado na confecção está completamente fora das normas, o que pode comprometer seriamente a instalação elétrica.

Lembre-se que alguns fabricantes chegam a falsificar o selo do Inmetro, com telefone e endereço falsos. É preciso ficar atento, pois a consequência é o aquecimento dos condutores, conta alta de luz e perda de energia.

Tomadas ou interruptores quentes

As saídas quentes são uma grande preocupação em termos de segurança, devendo ser tratadas por um profissional imediatamente, a menos que seja um interruptor de regulação de temperatura.

Surtos de energia

Isso pode acontecer devido à falta de fiação na residência ou por causa de aparelhos com linhas de energia danificadas, por exemplo. Os surtos são bem comuns e duram um microssegundo. No entanto, se sua casa passar por surtos frequentes, acaba danificando equipamentos que reduzem a expectativa de vida.

Sendo assim, analise bem o dispositivo que se conecta à fiação ou à rede doméstica e tente desconectar os dispositivos ou painéis de baixa qualidade da tomada. Caso os surtos não aconteçam novamente, seu problema está solucionado. Agora, se acontecerem, você deve ligar o mais rápido para um eletricista.

Deixar as tomadas desprotegidas

Crianças e pets acabam tocando em tudo dentro de casa, pois são ótimos exploradores, não é mesmo? Portanto, é sempre bom que um adulto tenha atenção para que eles não toquem nas tomadas, mas não custa nada ter uma proteção extra. O melhor a se fazer é instalar protetores para evitar acidentes.

Contrate um profissional especializado

Jamais faça a instalação elétrica da sua residência sozinho, a não ser que você tenha muita experiência e prática ou seja um profissional. É fundamental deixar um espaço no orçamento para fazer a contratação de um serviço especializado, pois assim evita-se um trabalho mal feito, despesas extras, dores de cabeça no futuro, entre outros problemas mais sérios, como um incêndio ou um curto-circuito. Aqui, cabe o velho clichê: o barato sai caro!

As instalações elétricas devem sempre ser planejadas e projetadas por profissionais qualificados especializados, que seguem regras estabelecidas, de qualidade e de segurança. Para tanto, você pode pedir indicações de bons profissionais em uma loja de material elétrico ou então para amigos e familiares.

Não economize na compra de materiais

Durante uma construção ou uma reforma, o profissional contratado para cuidar da sua instalação elétrica vai solicitar os materiais necessários para realizar o trabalho. Logo, não adianta nada o especialista indicar os materiais corretos e você acabar comprando similares para tentar economizar.

Lembre-se que você não tem o conhecimento necessário para fazer essa mudança, portanto, isso pode causar problemas sérios na instalação. É sempre importante economizar, mas a economia não pode afetar a boa qualificação do seu projeto.

Como você pôde ver, muitos são os tipos de problemas que podem ocorrer nas instalações elétricas, afinal, estamos falando de um trabalho que exige muita capacitação, atenção e responsabilidade do profissional. Ao contratar bons eletricistas, você evitará riscos e garantirá uma instalação adequada para sua casa. Além disso, é sempre importante contar com um seguro residencial que tenha cobertura para possíveis danos elétricos e que conte com um eletricista para serviços emergenciais.

E aí, gostou de saber mais sobre os principais problemas nas instalações? Quer continuar aprendendo com os nossos conteúdos? Então, siga nossas redes sociais e acompanhe as novidades por lá! Estamos no FacebookTwitterYouTubeLinkedIn e Instagram!