Quais são as principais sujeiras dos carpetes e tapetes?

Alvo de sapatos sujos da rua, pelos de animais e poeira, é muito difícil um tapete sair ileso dos pequenos desgastes cotidianos. Logo se encarde, ganha manchas, falhas que parecem incorrigíveis.

Um pouco de suco derramado num momento de descuido gera consequências de proporções astronômicas. Não basta passar um paninho com desinfetante. Bebidas e comidas são rapidamente absorvidas pela porosidade do tecido, que vira a morada preferida de ácaros e bactérias.

Que atire pedra quem nunca encarou o tapete ou o carpete de casa com apreensão, perguntando-se, em silêncio, o quanto de sujeira se esconde ali dentro. Descubra agora a resposta a essa dúvida e saiba como prevenir o acúmulo desses resíduos assustadores.

Atenção ao inimigo invisível

Não é porque não enxergamos que a sujeira não está ali. Um tapete pode ser a morada preferida de ácaros, fonte de alergia para os mais sensíveis.

Tão pequenos que fica praticamente impossível detectá-los a olho nu, os ácaros são atraídos pela oferta de abrigo, proteção e alimentos. Um só tapete ou carpete pode conter uma colônia inteira deles. Mas não se assuste: algumas medidas poderão inibir a proliferação desses micro-organismos na sua casa.

Ácaros costumam procurar por lugares úmidos e com pouca luz. Por isso, mantenha sempre que possível portas e janelas abertas — quanto mais arejado o ambiente, melhor. Evite fazer refeições em cima dos tapetes e, se achar necessário, até mesmo lance mão de um desumidificador de ar.

Por fim, lave os tapetes regularmente, de preferência com algum produto antiácaro, sempre certificando-se de que não há incompatibilidade do produto com o tipo de tecido que compõe seu tapete. Se precisar, não hesite em contar com um especialista.

E quanto aos pelos de animais?

Quem tem cachorro ou gato sabe o quanto é difícil mantê-los longe dos tapetes. Aquela superfície macia parece simplesmente irresistível aos olhos dos bichos de estimação — e por que não deixá-los desfrutar daquilo tudo?

O segredo da limpeza vem depois: protegido com luvas de borracha, umedeça a superfície e esfregue a parte mais crítica do tapete, onde os pelos se acumulam com mais frequência. Escovinhas para roupa também são excelentes aliados na remoção do pelo. Reserve uma somente para isso.

Tire o aspirador do fundo do armário

Para se livrar dessa inimiga sorrateira, a poeira, não há muito segredo. Um aspirador de pó dá conta rapidinho do recado. É a melhor opção para quem quer se livrar com agilidade e praticidade das partículas que tanto insistem em se acumular.

A frequência com que você deverá usá-lo varia muito. Depende do fluxo de pessoas, do tipo de tecido, do grau de exposição a comidas e bebidas:

Os tapetes exigem limpeza mais intensa e rotineira: diariamente ou em datas alternadas.

Para os carpetes, o intervalo entre as aspiradas pode ser maior: uma vez por semana é o suficiente para higienizá-lo corretamente.

Lembre-se ainda de trocar o saco de pó que vem junto com o aparelho: o rendimento do eletrodoméstico pode diminuir se o saco estiver cheio. Consulte o manual de instruções para descobrir a frequência com que você deve substituí-lo.

Calçados do lado de fora

Deixar os sapatos no hall da entrada é outra ótima opção para quem quer manter os tapetes e carpetes mais limpos. Esse simples hábito evita que a sujeira chegue até o lado de dentro da casa e, consequentemente, acumule-se sobre o tapete e cause estragos.

Os ácaros, a poeira, os restos de comida e pelos que se escondem entre os fios do tapete certamente são aterrorizantes, principalmente para quem é alérgico. Porém, não é tão difícil se livrar deles, e você sempre pode contar com serviços especializados para fazer isso por você.

Limpeza de carpetes para sua residência.

Mantenha a higienização do seu lar sempre em dia. Confira os serviços limpeza de carpetes e tapetes!

Agende aqui »