Como manter a casa segura para os pets?

Eles são como membros da família, e por isso exigem cuidados e atenção especiais. Quem tem um pet em casa sabe o quanto é importante manter o local seguro para esses bichinhos tão queridos. Afinal, os pets costumam ser ativos e curiosos, e não são raros os acidentes envolvendo-os.

Para ajudar a deixar o seu lar mais seguro para seus animais de estimação, preparamos para você algumas dicas. Vamos lá?

Aplicação de telas de proteção

Quem está pensando em ter um pet em casa, e principalmente em apartamento, precisa providenciar a colocação de telas de proteção nas janelas para evitar que o bichinho caia e se acidente ou que ele saia para a rua sozinho. Principalmente no caso de gatos pequenos, que têm a capacidade — e vontade — de subir em móveis e janelas mais altas, esse é um item indispensável para garantir a segurança do seu bichinho.

Cuidados com a fiação

Fios de eletrodomésticos e computadores, e até mesmo fios elétricos expostos, são um convite para uma perigosa brincadeira. Há um grande risco de, ao morder o fio, seu pet rasgue a proteção externa e sofra um choque. Outro risco com os fios é o de sufocamento: seu animal de estimação pode se enrolar e acabar ficando sem ar por causa dos fios.

Para prevenir esses acidentes, mantenha os fios sempre no alto, e caso seja necessário use canaletas para deixá-los organizados e fora do alcance do seu pet.

Atenção aos produtos de limpeza

Casa limpa e cheirosa é mesmo uma delícia! Porém, se você tem um animal de estimação, é preciso muita atenção ao utilizar produtos de limpeza como desinfetantes e inseticidas. Produtos à base de pinho e hipoclorito de sódio são tóxicos para os pets, por isso use sempre uma quantidade bem pequena de produto nos lugares a que ele tem acesso.

Outro cuidado é na hora de armazenar os produtos de limpeza. Mantenha-os sempre bem-fechados e longe do alcance de seu pet, de preferência em armários ou prateleiras que ele não alcance.

Longe da cozinha

Assim como não é lugar de crianças pequenas, cozinha não é lugar de pet: esse cômodo oferece muitos riscos de acidentes, e o melhor é não deixa-lo livre nessa área: objetos cortantes e fogo são uma combinação perigosa para eles que são tão curiosos.

Caso não seja possível evitar a presença do seu pet na cozinha, sua atenção terá que ser dobrada. Mantenha as facas e objetos pontiagudos sempre guardados em lugares seguros, panelas com os cabos sempre virados para dentro, e se seu pet for daqueles que gosta de subir em tudo, fique atento aos utensílios de vidro para que ele não corra o risco de tentar subir e acabar quebrando-os e se machucando.

Cada coisa em seu lugar

Sabe aqueles pequenos objetos que, às vezes, deixamos em qualquer canto da casa? São brincos, moedas, botões e até mesmo fones de ouvido. Eles também oferecem risco ao seu pet, portanto o mais seguro é sempre manter cada coisa em seu lugar e sempre fora do alcance do seu bichinho.

Não são raros os casos de pets que se sufocaram ou engasgaram com pequenos objetos, fora os casos em que o bichinho acaba engolindo algum objeto pontiagudo, correndo o risco de perfuração do sistema digestivo.

Plantas perigosas

Se você tem um quintal, com certeza seu pet se diverte muito nesse espaço. Mas, para que as brincadeiras não acabem mal, é preciso prestar atenção às plantas que estão ao alcance dele. Algumas plantas tóxicas para eles são:

  • Comigo-ninguém-pode;

  • copo-de-leite;

  • bico-de-papagaio;

  • espada-de-são jorge;

  • e azaleias.

Plantas com espinhos também podem machucar seu gato ou cão, por isso evite-as ou fique de olho quando o pet estiver brincando perto delas.

Siga as nossas dicas para deixar sua casa mais segura para o seu pet!