Como trocar o botijão de gás? Confira o passo a passo!

Se tem uma coisa que deixa qualquer pessoa irritada é acabar o gás no meio de um cozimento — já aconteceu com você? Por isso, veja como trocar o botijão de gás com segurança e previna o risco de vazamentos e possíveis acidentes — tanto culinários quanto os de caráter mais grave, como incêndios e explosões.

Assim, da próxima vez que notar que o fogo nas bocas do fogão começou a ficar insuficiente, você estará preparado para fazer a substituição. Quer saber como? Aproveite o artigo e tire todas as suas dúvidas. Ao término da leitura, você nunca mais vai ficar com receio na hora de trocar o botijão!

Qual é o momento certo para fazer a substituição?

Quando o queimador apaga, é preciso trocar o botijão. Nunca tente forçar a saída de um resquício de gás, pois virar ou deitar o botijão é um perigo. Se o gás escoar na fase líquida, algum componente pode entupir e, consequentemente, explodir.

Outra situação em que é necessário fazer a substituição é quando a data de validade expirou ou as condições de conservação do vasilhame estão comprometidas (com marcas de amassados ou pontos de ferrugem).

Como armazenar os vasilhames adequadamente?

Segundo a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), os botijões (tanto em uso como na reserva) devem ser mantidos em local ventilado e coberto, protegido do sol, da chuva e da umidade. Portanto, nada de deixá-los fechados na dispensa ou dentro do gabinete da pia. Mas os cuidados vão além: não os armazene próximos a tomadas e interruptores ou, tampouco, eletroeletrônicos.

Por último, mantenha-os a, pelo menos, 5 m de distância de ralos, grelhas (para o escoamento d’água), caixas de gordura e de esgoto. Como o gás liquefeito de petróleo (GLP) é mais pesado que o ar, existe o risco de ele acumular nas tubulações. Imagine o estrago que uma bituca de cigarro acesa poderia fazer se caísse em um cano cheio de gás.

Como trocar o botijão de gás com segurança?

Mantenha o ambiente ventilado e afaste qualquer fonte de calor. Não esqueça de tirar o celular do bolso. Em seguida, siga o passo a passo.

Verifique se todos os botões do fogão estão desligados, pois quando o gás acaba, corre-se o risco de esquecer algum queimador aberto.

  1. Para mover os botijões (tanto o velho quanto o novo), transporte-os na vertical, nunca rolando.
  2. Leia e depois retire a etiqueta com as instruções de instalação e manuseio. Guarde-a para o caso de haver necessidade de fazer consultas futuras ou entrar em contato com a empresa responsável.
  3. Remova o lacre de segurança com as mãos, pois o uso de ferramentas pode danificar a válvula. Dica: não compre botijões com o lacre violado (ou pior: sem ele).
  4. Retire o regulador de pressão de gás do botijão vazio e rosqueie na válvula do cheio. Novamente, use as mãos — nada de alicates ou martelos.
  5. Avalie se os componentes (mangueira, regulador de pressão de gás e braçadeiras) da instalação estão em bom estado. Se não, substitua-os por similares, devidamente certificados pelo INMETRO.
  6. Faça o teste de vazamento, passando uma esponja embebida em água e sabão no encontro da válvula com o regulador de pressão. Se formarem bolhas de sabão, refaça a operação de instalação;
  7. Caso o vazamento persista, desconecte o regulador de pressão para ver se a origem do problema está na válvula. Repita o teste com a espuma.
  8. Se o vazamento ainda continuar, deixe o regulador de pressão desconectado e ligue para a assistência técnica, cujo número consta na etiqueta.

Como proceder caso haja suspeita de vazamento?

Importante: nunca acenda um isqueiro ou fósforo para tentar descobrir se há vazamento. Se sentir o cheiro característico de gás (proveniente da adição de um composto à base de enxofre, já que o GLP é inodoro) ligue para os bombeiros (193).

Mas ao saber como trocar o botijão de gás corretamente, o risco desse tipo de situação acontecer diminui. Por isso, nunca esqueça de, ao término da instalação, passar um pouco de espuma (água e sabão) no encontro da válvula com o regulador de pressão.

Se surgirem bolhas na conexão, há vazamento de gás. Nesse caso, segundo o guia com dicas de segurança da Liquigás, deve-se proceder da seguinte forma:

Vazamento sem fogo

Alerte as pessoas e retire os animais do local. Não acione interruptores, nem ligue ou desligue eletrodomésticos das tomadas. Somente desligue a chave geral do imóvel se ela ficar longe do vazamento. Não fume, não acenda isqueiro, fósforo ou vela e não mexa no celular próximo do botijão. Abra portas e janelas para circular o ar, mas não ligue ventiladores.

Feche o registro do regulador de pressão de gás e desconecte-o da válvula. Se o vazamento persistir, leve o botijão para uma área aberta, em que não haja nenhum ralo por perto. A partir desse momento, peça orientação para o serviço de atendimento ao cliente (SAC) da empresa responsável ou para os bombeiros.

Vazamento com fogo

Mesmo que seja apenas um princípio de incêndio, ligue imediatamente para os bombeiros. Afaste as pessoas e animais do local e, se possível, feche o registro do regulador de pressão.

Desligue a chave geral de eletricidade apenas se ela ficar longe do botijão. Tente remover os materiais combustíveis do local, mas sem se colocar em risco.

Quais cuidados adicionais ajudam a evitar acidentes?

Para prevenir acidentes domésticos, deve-se fechar o registro sempre que o fogão não estiver sendo utilizado, inclusive durante as noites — não apenas quando a família estiver viajandoCrianças, por exemplo, podem abrir os botões do fogão sem que ninguém perceba.

Também é importante fazer um seguro residencial, que cubra danos materiais gerados por incêndio, explosão, implosão ou e fumaça decorrentes, entre outras causas, de acidentes com o botijão. O seguro residencial possui mais de 10 coberturas e é possível contratá-las de forma personalizada, de acordo com o que é mais importante para cada morador. Além das coberturas, ao contratar uma apólice, você tem direito de solicitar diversos serviços de assistência 24 horas — entre eles, o reparo de fogão a gás. Manter em dia a manutenção de um dos eletrodomésticos mais usados no lar ajuda a prevenir acidentes.

Afinal, mesmo sabendo como trocar o botijão de gás adequadamente, quando se trata da segurança do seu lar e da sua família, todo cuidado é pouco. Por isso, compre apenas de fornecedores autorizados, armazene em local próprio, siga as instruções de instalação e faça um bom seguro residencial. Ainda não está convencido? Então, saiba mais sobre o seguro para residências e surpreenda-se com o fato de que, com um investimento tão baixo, é possível proteger seu patrimônio!

Assim, da próxima vez que notar que o fogo nas bocas do fogão começou a ficar insuficiente, você estará preparado para fazer a substituição. Quer saber como? Aproveite o artigo e tire todas as suas dúvidas. Ao término da leitura, você nunca mais vai ficar com receio na hora de trocar o botijão!

Agora que você já conhece as vantagens, que tal fazer o cálculo do seguro para sua residência?

Faça uma cotação »