Como limpar os eletrodomésticos da cozinha?

Você sabe como limpar eletrodomésticos? Se sua resposta for “basta usar algum produto multiuso”, fique atento: isso pode danificar os aparelhos. Em tempos em que tanto a linha branca (fogão, geladeira e micro-ondas) quanto equipamentos de menor porte (batedeira, cafeteira, entre outros) são usados também como objetos de decoração, ninguém quer correr esse risco. 

Com acabamentos refinados e design diferenciados, os eletrodomésticos merecem ser muito bem cuidados. Portanto, aproveite as dicas a seguir!

Como limpar os eletrodomésticos de maneira correta?

Aparelhos eletrônicos pequenos costumam ser os mais difíceis de higienizar, principalmente quando há cantos quase inacessíveis. Mas com as estratégias certas, a tarefa se torna mais prática. Confira dicas para limpar eletrodomésticos sem erro:

1. Liquidificador

Lave partes móveis na pia, aplicando um detergente neutro na parte mais macia da esponja. Para limpar hélices e rosca, use uma escova de dente. Caso o aparelho tenha a função “autolimpeza”, coloque água até a metade do copo, um pouco de detergente e acione o botão pulsar até ficar limpo. Se estiver muito engordurado, use água morna (não muito quente para não correr o risco de trincar o copo do liquidificador). 

Se ainda assim a gordura não sair, faça uma mistura com 1 xícara (chá) de vinagre, 1 colher (sopa) de detergente e 1 colher (sopa) de bicarbonato de sódio. Bata por cerca de 1 minuto, deixe agir de um dia para o outro e lave normalmente.

2. Batedeira

Lave as partes móveis (tigelas e pás) com uma esponja ou com uma escova de cerdas macias, detergente neutro e água. Caso haja resíduos oleosos, use água quente. Em seguida, enxague.

3. Espremedor e processador

Use detergente neutro e uma esponja macia. Lave o mais rápido possível, principalmente após o uso de frutas cítricas. A cada 15 dias, coloque as partes removíveis em uma mistura de água com bicarbonato de sódio. Deixe de molho por algumas horas, para remover as manchas.

4. Grill e sanduicheira

Nem pense em raspar as sujeiras encrustadas com uma faca, pois isso estraga o teflon (camada preta antiaderente). Umedeça-as com água e detergente neutro e remova com a parte macia da esponja. Depois de limpo, seque com papel-toalha.

5. Torradeira

Para limpar os vãos, a dica é jogar um pouco de sal grosso (o condimento adere às migalhas). Depois, tampe as entradas com papel-toalha e chacoalhe. Vire a torradeira de cabeça para baixo e mexa de um lado para o outro, para eliminar todo o sal e os restos de alimentos.

6. Cafeteira

As partes móveis devem ser lavadas com água, detergente neutro e esponja macia. Para a limpeza interna, ligue a cafeteira e deixe passar pelo coador uma solução de água com bicarbonato de sódio. A base da cafeteira pode ser limpa com um pano úmido e outro seco em seguida. Já a mancha de café na jarra de vidro costuma sair deixando de molho, com água e vinagre, de um dia para o outro.

7. Micro-ondas

Lave o prato com uma esponja macia e detergente neutro. Se houver acúmulo de gordura na parede interna, passe um pano umedecido em uma mistura de 500 ml de água morna e 2 colheres (sopa) de bicarbonato de sódio. Outra dica é colocar rodelas de ½ limão e 1 colher (sopa) de água em um bowl, deixando aquecer por 1 minuto. Para finalizar, use um pano ou papel toalha.

8. Geladeira

No dia a dia, priorize a higienização da gaveta de hortifruti. Passe um pano umedecido com uma mistura de 2 litros de água morna com 1 colher (sopa) de bicarbonato de sódio. Seque em seguida. Programe-se para desligar a geladeira uma vez por ano, para fazer uma limpeza completa.

9. Fogão e forno

Retire as peças móveis (grades, bicos e queimadores) e deixe-as de molho (por 5 minutos) em um recipiente com 500 ml de água quente, ½ xícara (chá) de vinagre branco, suco de 1 limão e uma pitada de bicarbonato de sódio. Esfregue as peças higienizadas com uma esponja antiaderente para não riscar. Depois, enxague e enxugue-as.

No forno, as paredes internas podem ser limpas apenas com um pano umedecido em água. As grades devem ser lavadas com água, detergente neutro e uma esponja macia. Se não adiantar, recorra novamente ao bicarbonato de sódio. Dissolva-o em um pouco de água e deixe agir por 12 horas. Depois, remova a mistura com uma esponja umedecida, enxague e enxugue.

10. Fritadeira a óleo

Após esfriar, remova o óleo e lave a cesta de fritura com água, detergente neutro e uma esponja macia. Encha-a com água quente e deixe de molho por 30 minutos. Se necessário, repita o processo. Enxágue e deixe secar.

Limpe a gordura da panela, da tampa e dos pinos aquecedores com toalhas de papel umedecidas (se necessário, raspe com uma espátula de plástico) e detergente neutro. Limpe ou troque os filtros da tampa (conforme indicação do fabricante).

Se ainda tiver óleo impregnado na panela, aplique uma pasta de bicarbonato de sódio com água, fazendo movimentos circulares. Enxágue e deixe secar.

11. Airfryer (fritadeira sem óleo)

Retire a cesta e vire a airfryer de ponta-cabeça. Limpe o elemento do aquecimento com água quente e uma esponja ou escova com cerdas macias. Feito isso, coloque-a na posição normal, devolva a cesta e ligue por alguns minutos, para que os resíduos remanescentes se soltem.

Lave a cesta com água, detergente neutro e esponja macia. Enxágue e deixe secar. Já a parte externa pode ser limpa com um pano macio, levemente umedecido, e algumas gotas de detergente.

Por que é preciso secar os aparelhos depois da limpeza?

Na hora de limpar as bases (onde ficam as resistências ou motores) e os fios dos aparelhos eletrônicos, recomenda-se tirá-los da tomada e usar um pano umedecido com água e, se necessário, detergente neutro. Em seguida, seque com um pano de prato.

Os eletrodomésticos precisam estar completamente secos antes de serem guardados, para não mofar. Já as partes móveis, de acrílico ou plástico, podem secar no escorredor. No caso de eletrodomésticos de inox, deve-se usar água, detergente neutro e uma esponja macia. Contudo, é preciso enxugá-los imediatamente após a limpeza — do contrário, a superfície fica toda manchada.

Quais são os erros mais cometidos com os eletrodomésticos?

Não limpar ou limpar com produtos inapropriados, além de demorar longos períodos para a limpeza são os principais erros em relação aos cuidados com os eletrodomésticos da cozinha. Quando isso acontece, ficam impregnados com sujeiras e podem manchar de forma irreversível. Mesmo aparelhos que não ficam em contato direto com os alimentos recebem vapores e gorduras pelo ar, necessitando ser higienizados regularmente.

Para não cometer equívocos, leia os manuais dos fabricantes sobre o que usar em cada eletrodoméstico. Muitas vezes, partes distintas de um mesmo equipamento exigem cuidados diferentes. Além disso, não esqueça de sempre limpá-los antes da primeira utilização.

O que pode queimar os aparelhos eletrônicos?

Diversos fatores podem queimar os eletrodomésticos, por exemplo sobrecarregá-los além de sua potência. No caso do liquidificador, é importante colocar primeiro os ingredientes líquidos e, só então, os secos, para não forçar o motor.

No entanto, curtos-circuitos, variações de tensão e quedas de raios são os principais responsáveis por queimar os aparelhos eletrônicos. Para prevenir esse tipo de dano, indica-se retirar os equipamentos das tomadas quando não estiverem em uso.

Ainda que essa medida seja possível quando a família está viajando, no dia a dia o normal é deixá-los plugados — o que aumenta o risco. É por isso que tantas pessoas contratam seguros residenciais com cobertura para danos elétricos.

Neste post, você viu uma série de dicas, simples e eficazes, sobre como limpar eletrodomésticos da cozinha e, consequentemente, prolongar suas vidas úteis. Para mantê-los sempre novos e evitar a proliferação de micro-organismos (como fungos e bactérias), que podem ser nocivos à saúde da família, coloque as técnicas de limpeza em prática o quanto antes!

Cuidar da manutenção e segurança da sua casa é sempre necessário. Por isso, aproveite e conheça também as vantagens de um seguro residencial e entenda como ele pode amparar além dos seus bens materiais!

Agora que você já conhece as vantagens, que tal fazer o cálculo do seguro para sua residência?

Faça uma cotação »