Como escolher o piso para sua casa

Depois de um dia cansativo, chegar em uma casa aconchegante é quase como ganhar um abraço! Por isso, a decoração tem um papel tão importante: transmite a sensação de conforto, além de ser uma extensão da identidade e personalidade dos donos da casa.

Nesse quesito, o piso tem lugar de destaque na composição de um lar. Ele é um dos grandes responsáveis por um ambiente agradável, desde que integrado a todos os outros elementos da casa.

Para acertar na escolha, confira qual o piso mais adequado para cada cantinho da sua morada:

Como escolher o piso mais adequado para a sua casa?

Antes de mais nada, vamos conhecer um pouco mais sobre alguns dos tipos de piso mais usados no momento e as principais características de cada um deles:

Porcelanatos

Esse tipo de revestimento ganha muitos pontos no quesito beleza e durabilidade. O porcelanato é fácil de instalar e tem uma enorme diversidade de tons, padronagens e texturas. O fato de ser praticamente impermeável torna sua limpeza muito simples. Eles vêm ganhando preferência em relação às cerâmicas, por saírem na frente quanto à durabilidade e resistência a manchas. Eles são encontrados no mercado em três tipos:

  • Técnico, polido ou natural: são as versões mais comuns e possuem um brilho intenso. Porém, quando molhados, são bastante escorregadios;
  • Mate ou acetinado: são foscos, o que atenua o desconforto térmico;
  • Rústico: recomendável para áreas externas por ser antiderrapante.

É também uma opção excelente para salas e áreas de convivência. Para deixar o ambiente mais confortável, recomenda-se o uso de tapetes para equilibrar a frieza do piso.

Cimento queimado

Muito em alta no momento, os cimentos trazem um ar de modernidade e personalidade aos ambientes. Eles são muito usados em salas e cozinhas ou até mesmo para revestir paredes. Combinados com outros tipos de revestimento (como ladrilhos hidráulicos, por exemplo), trazem bastante charme e despojamento com um toque mais rústico.

Há quem se incomode com a irregularidade dos tons (um efeito manchado, próprio do piso); porém, outros consideram exatamente isso uma marca de autenticidade. É comum que apareçam algumas trincas ao longo do tempo, mas isso pode ser atenuado com uma cura lenta (processo de secagem) e aplicação de resinas.

Pisos Vinílicos e Laminados

Os pisos laminados e vinílicos chegaram para tomar o lugar dos pisos de madeira. São ecologicamente corretos, o que contribui para se ter uma casa mais sustentável. Os laminados usam madeira de reflorestamento, enquanto os vinílicos são feitos de materiais reciclados.

Indicados para uso interno, por ter resistência limitada à umidade, são muito indicados para quartos e salas devido ao conforto térmico que oferecem, além de serem antialérgicos.

Instalação descomplicada

A praticidade, limpeza e a rapidez da colocação, além da fácil manutenção e alta durabilidade estão entre os pontos fortes desses tipos de revestimento. A aplicação é tão rápida que pode-se concluir a instalação de 50 m2 de piso em apenas um dia. Eles podem ser colocados por cima de outros pisos, desde que os originais estejam corretamente nivelados.

Cuidados simples na limpeza

A limpeza é bastante simples: basta um pano um pouco umedecido. Porém, atenção aos laminados: não é recomendável que se molhem a ponto de encharcar, pois podem estragar.

Já o piso vinílico é feito de PVC e minerais, sendo, portanto, mais resistente à água. Mesmo assim, ele é instalado com cola e pode ser que a água cause descolamentos das lâminas ou placas.

Agora que você já sabe melhor o que cada tipo de piso oferece, veja algumas dicas preciosas para escolher o revestimento mais adequado para os ambientes da sua casa:

Como escolher o piso para a sua sala?

As salas normalmente são ambientes que recebem bem diversas possibilidades em pisos, podendo ser desde laminados até porcelanatos. A combinação de diferentes tipos também é um recurso bem interessante para dividir os ambientes.

Já que as salas permitem uma escolha mais ampla, para optar pelo que melhor se encaixa nas suas possibilidades, leve com consideração: as características do espaço onde o piso vai ser colocado; a intensidade do tráfego de pessoas no local; se haverá algum contato com umidade; que tipo de ambiente você quer, aconchegante ou mais clean.

As características serão importantes para a escolha do tipo, durabilidade e estilo do piso ideal para a sala.

Conforto para o piso dos quartos

Na hora de escolher o piso dos dormitórios, tenha em mente que os laminados ou vinílicos são os mais aconchegantes. Eles imitam a madeira, mas têm um custo-benefício bem mais interessante.

Há uma grande diversidade de tonalidades, por isso fácil escolher um que combine com seus móveis e cores de paredes. No caso dos vinílicos, é possível até mesmo fazer desenhos com recortes do piso.

Praticidade para cozinhas e banheiros

Para cozinhas e banheiros a praticidade é a palavra de ordem. Mas nem de longe isso significa abrir mão da beleza do seu piso.

As opções são bastante diversas e dependem do estilo da casa. Os porcelanatos estão em alta: são bonitos e fáceis de limpar. Só tome cuidado para escolher um tipo que não seja muito escorregadio, para evitar as quedas (principalmente no banheiro).

Se a escolha for pelo cimento queimado, procure resiná-lo ou aplicar um outro tipo de piso ao redor do fogão, para evitar manchas de gordura.

Escolhendo o piso de acordo com o clima

O clima da região também é um fator que deve ser levado em conta na hora de escolher o piso. Se você mora em regiões mais quentes, os porcelanatos, pedras ou cerâmicas trazem mais frescor para os ambientes.

Porém, se a sua casa fica em um lugar de clima mais frio, opte por pisos como o laminado ou vinílico, capazes de tornar a casa mais aconchegante para quem enfrenta invernos rigorosos.

Pisos para quartos de crianças

Como escolher o piso do quarto dos pequenos? Nesse caso, o conforto e a segurança devem vir antes de qualquer coisa. Como lá também é o lugar onde eles ficam descalços e brincam no chão, a escolha deve ser muito bem pensada. Também é preciso levar em conta as opções antialérgicas e fáceis de limpar.

Por isso, saem na frente (de novo!) os vinílicos e laminados. Já mencionamos sobre sua beleza, conforto térmico e praticidade. No caso das vantagens em relação às crianças, a limpeza fácil ajuda a evitar alergias e o conforto térmico dispensa o uso de tapetes.

Agora que você já sabe como escolher o melhor tipo de piso, que tal ajudar aquele seu amigo que está querendo reformar a casa? Compartilhe o texto nas suas redes sociais e divida com ele essas dicas!

Precisa limpar o sofá? Esse e muitos outros serviços, a Porto Seguro Faz

Contrate! »