Riscos em seguros internacionais: entenda mais!

Seguros internacionais

Quem costuma fazer viagens ao exterior sabe que é necessário cumprir uma série de exigências do país de destino, sem as quais a entrada pode ser barrada e criar uma série de outros problemas. Uma bastante comum é a contratação de seguros internacionais, que cobrem alguns riscos aos quais o viajante estará sujeito.

Como em todos os documentos, o contratante deve estar atento às condições do contrato, para que a apólice esteja apta a garantir a entrada no país de destino. Além disso, ela deve oferecer proteção contra situações de imprevistos que podem acontecer durante a viagem, notadamente aquelas relacionadas à sua saúde.

Quer saber mais sobre riscos em seguros internacionais? Selecionamos os principais pontos que merecem a sua atenção, para que não tenha problemas quando tiver que contratar algum. Confira!

O que é seguro de viagem internacional?

Antes do embarque, ao planejar a viagem internacional, são reunidos os documentos e é estabelecido o roteiro, entre outros detalhes. Escolher o seguro de viagem é uma dessas diligências que devem ser feitas por quem está prestes a ir para o exterior.

São poucos os países que oferecem um sistema de saúde gratuito e universal, como o do SUS, no Brasil. O seguro internacional tem o objetivo principal de cobrir os gastos com tratamentos que o segurado eventualmente precise.

Não é um item obsoleto, pois de acidentes à manifestação de sintomas de doenças que precisam de cuidados, a probabilidade de se precisar de assistência médica é bastante elevada. Mais que isso, como mencionado, é uma exigência para que se possa entrar em determinados países e blocos.

Os países da Europa servem como exemplo, pois podem barrar viajantes que não cumpram com tal exigência e, nesse caso, sua viagem terminará ainda no aeroporto. Com o seguro de viagem internacional, o viajante também terá um número menor de preocupações.

Afinal, as despesas com tratamentos cotadas em moeda internacional, certamente, representariam mais gastos, sobre os quais não há controle. Tendo a apólice, esses custos podem ser integralmente abatidos.

Mas é importante saber que, como em qualquer outro contrato de seguro, a cobertura é feita dentro dos limites especificados na apólice. Ou seja, os gastos que extrapolem esses valores deverão ser pagos por fora, pelo próprio cliente.

Quais são os riscos relacionados ao seguro de viagem?

O primeiro risco é não saber ao certo o que se está assinando, pois o desconhecimento sobre as condições podem representar diversos problemas no futuro. Um contrato de seguro cobre riscos futuros e incertos, e é essa aleatoriedade que transforma a apólice atraente para a seguradora e também para o segurado.

Contratar um seguro viagem é atraente à medida que os riscos foram listados junto à probabilidade da ocorrência. Isso influencia o valor a ser pago pelo segurado, de acordo com as chances de um sinistro ocorrer, que é o evento coberto. Desde o momento da assinatura do documento, ele adquire tranquilidade e, no pior dos cenários, não terá que dispor de seu patrimônio em razão dos infortúnios cobertos pela apólice.

É importante saber que um contrato de seguro oferece cobertura sobre aquilo que consta na apólice. Isso significa que não cabe uma interpretação extensiva para uma tentativa de ampliar as condições previstas no documento.

Nesse sentido, é importante saber que diversas causas podem refletir sobre a saúde do segurado, a exemplo de acidentes, doenças preexistentes e outras contraídas ao longo da viagem. Cabe a ambos serem transparentes e ao segurado estar atento, para que não se veja sem uma cobertura da qual pode precisar.

Quem tem doença preexistente, por exemplo, precisa saber se a apólice do seguro internacional oferece cobertura sobre esse tipo de agravo. O mesmo vale em relação aos acidentes, que não estão incluídos em coberturas para doenças.

Para melhor ilustrar, já chegou ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) uma discussão sobre o Acidente Vascular Cerebral (AVC), conhecido popularmente como derrame, para que fosse decidido se esse tipo de ocorrência seria um acidente ou uma doença. Na ocasião, a corte decidiu que se trata de uma doença, portanto, ficaria de fora de coberturas feitas exclusivamente para acidentes.

O que considerar ao contratar um seguro de viagem internacional?

Ainda sobre os riscos relacionados aos seguros internacionais, o contratante deve estar atento aos fatos que excluem a cobertura. Contar com uma apólice não justifica uma permissão para que, deliberadamente, o segurado aumente os perigos aos quais está sujeito.

Quer um exemplo? Um seguro automotivo contra furtos não cobriria um caso concreto em que o segurado, por ter essa condição, estacione o seu carro sem que esteja devidamente trancado e com a chave na ignição. Da mesma forma, o seguro viagem não cobriria danos decorrentes de acidentes automotivos causados pela imprudência, irresponsabilidade ou negligência.

Problemas de saúde ocasionados pelo consumo de álcool e drogas também excluem a cobertura, bem como condutas consideradas criminosas cometidas pelo segurado ou de seus beneficiários. Também é possível que a apólice exclua os danos e prejuízos causados por fenômenos climáticos extraordinários, como terremotos, chuvas de granizo e furacões.

Duas questões que também devem ser consideradas são aquelas relacionadas ao câmbio e ao ingresso em outros países, com exigências não contempladas pela sua apólice. Quanto a isso, você pode pesquisar sobre os valores mínimos de cobertura na moeda do país de destino e também fazer um planejamento de viagem mais abrangente.

Por que vale a pena contratar o seguro de viagem da Porto?

Somos uma empresa conhecida pela maioria dos brasileiros, com uma credibilidade inquestionável no mercado de seguros. Nossa solidez já seria suficiente para sermos escolhidos como a empresa para fazer o seu seguro internacional.

Além da sua saúde, oferecemos coberturas bem mais abrangentes em nossa apólice. Entre elas estão as despesas jurídicas, o pagamento de fiança, a orientação e o envio em caso de perda de documentos e também a transmissão de mensagens urgentes.

Nossas opções de cobertura para seguros internacionais foram pensadas para que você embarque com toda a tranquilidade que merece. Assim, poderá aproveitar todos os momentos da sua estadia no exterior!

Quer saber mais sobre seguros e receber outros conteúdos úteis? Então, aproveite e assine a nossa newsletter!