Como poupar para conseguir investir?

Como poupar para conseguir investir

Com o internet banking e o mercado de ações online, cada vez mais pessoas têm se aventurado pelo mundo dos investimentos. Mas para começar, é preciso já ter um capital inicial, e para construir essa reserva há, basicamente, duas alternativas: aumento da receita ou redução dos gastos.

Para a saúde de um bom investimento, não é cauteloso fazer um empréstimo, por exemplo, afinal, sempre já riscos, e caso a empreitada não dê certo, você terá que assumir as consequências e devolver o dinheiro a juros. Resta, portanto, o segundo ponto.

Poupar para investir é a maneira mais consciente e eficaz de adentrar esse universo, por isso, separamos a seguir algumas dicas para te ajudar nesse primeiro passo. Confira!

Fique de olho nas suas finanças

É essencial saber que cartas você tem em mãos: o bom poupador (e bom investidor) precisa, em primeiro lugar, estar a par de seus ganhos e despesas. Compreendendo o total de recursos, você saberá o quanto gastar — nessa ordem.

Por isso, antes de atender à vontade em jantar fora ou passar o fim de semana na praia, verifique sua disponibilidade financeira. Pode ser que seja melhor esperar este mês para poder fazer isso no outro, com mais conforto e segurança.

Para assumir as rédeas de sua situação financeira, crie uma rotina para anotar quanto gasta a cada dia e com o quê. Essa é a primeira medida se quiser ser um bom poupador, pois vai te ajudar a visualizar as despesas que são essenciais e aquelas que podem ser cortadas.

Entenda as diferenças

Uma confusão que pode deixar qualquer investidor iniciante atrapalhado é a diferença entre crédito e renda, por isso vamos te ajudar a entendê-la bem antes que você mergulhe de cabeça nos investimentos.

Por mais crédito que você tenha, é com a renda que terá segurança e fará o pagamento do que foi gasto. Crédito não paga contas, pelo contrário: pode trazer mais despesas. É o que dissemos na introdução deste artigo: não vale a pena pedir empréstimo para investir, mesmo porque os juros deste podem até ser mais altos que o que você ganhará com o investimento, ou seja, apenas prejuízo.

Por esse motivo, pelo menos no início, use apenas o capital que você realmente tem, e não o que você pode ter com a ajuda do crédito fornecido pelo banco.

Defina suas metas

Um poupador sem metas é o mesmo que um pirata sem o mapa do tesouro, então não deixe de traçar a forma como você pretende obter o valor para o investimento.

Por exemplo, se você for pessoa física que tem um salário “X” e necessita de 10 vezes “X” para investir, nesse caso, o valor a ser poupado está inteiramente ligado ao tempo que esperará para obter o dinheiro. Assim, se conseguir poupar ⅙ de “X” por mês, levará cinco anos para reunir a quantia. Caso queira chegar ao seu objetivo final em menos tempo, o valor mensal poupado deverá ser maior.

Viu como não é difícil calcular o quanto você precisa economizar por mês para conseguir o que quer?

Verifique os riscos

Se não há pressa para o investimento, o importante é ter em mente que, quanto maior a quantia, mais opções e melhor retorno terá. O investimento deve contar não somente com o valor para o início de um negócio, por exemplo, mas os primeiros meses ou anos que demorará ao recurso retornar, se pagar.

De qualquer forma, verificar os riscos é um ponto essencial para o sucesso do investimento. Por isso, pense com calma e respeite o planejamento traçado.

Entendeu como você pode poupar para conseguir se tornar um grande investidor?