Qual é a diferença entre consórcio e financiamento e assinatura?

Consorcio e financiamento

Carros e imóveis são dois grandes bens a serem adquiridos, fazendo parte dos sonhos e objetivos de vida de grande parte das pessoas. Devido ao valor considerável, exigem uma forma de pagamento flexível. Com isso, pode ser necessário escolher entre consórcio e financiamento.

A diferença no valor das parcelas, na incidência de juros e no tempo que se leva para terminar de pagar as mensalidades, desperta muitas dúvidas. O ideal é conhecer as principais características de cada modalidade e para quais perfis elas são indicadas.

Gostou e quer saber mais? Então, continue acompanhando a leitura. Vamos ajudar nessa missão. Abaixo, conheça as particularidades de cada caso e faça uma boa escolha para a sua realidade.

O que é um consórcio?

Quem adquire um consórcio se junta a um grupo de pessoas para a aquisição de determinado bem, previamente estabelecido em contrato. Juntas, essas pessoas pagam um valor mensal e participam de assembleias para sortear quem será o contemplado do mês. Há duas formas de ser contemplado:

  • por sorteio;
  • oferecendo um lance, ou seja, um valor adicional para antecipar parcelas e quitar parte do contrato.

O consórcio é conhecido por ser um pagamento parcelado sem juros. No entanto, os grupos são administrados por instituições financeiras. Elas cobram uma taxa para o serviço. Por isso, é importante fazer simulações antes de fechar o contrato. Você pode adquirir vários tipos de consórcio, por exemplo, para carro, imóveis, placas solares e máquinas agrícolas.

O que é um financiamento?

Ao optar pelo financiamento, você não precisa esperar ser sorteado para pegar as chaves da casa própria ou do carro próprio. Nessa modalidade, assim que o cadastro é aprovado, você começa a pagar parcelas mensais em valores pré-estabelecidos.

Para que você consiga pagar pelo seu bem em longo prazo, são cobrados juros. Geralmente, quanto maior o número de parcelas, maior será o valor adicional. Essa quantia vem diluída no pagamento mensal, ou seja, você não terá nenhuma surpresa ao quitar os boletos.

O que é carro por assinatura? 

Quando falamos sobre consórcio e financiamento, é válido destacar a possibilidade de adquirir um carro por assinatura. Nova no mercado, essa modalidade permite que o indivíduo tenha um veículo por um tempo determinado.

Para tanto, ele deverá pagar um valor fechado, que costuma variar de 12 até 24 meses, como se fosse um aluguel. Além de utilizar o automóvel, o consumidor pode aproveitar outros recursos interessantes, como a isenção de impostos e taxas (IPVA, Licenciamento, Seguro DPVAT etc.), a manutenção prévia do veículo e o seguro do carro.

Nas seguradoras mais renomadas do país, que é o caso da Porto Seguro, ainda há a possibilidade de contratar planos especiais de acordo com o modelo de carro escolhido. A parte boa é que, como o indivíduo não adquire o bem, ele não precisará lidar com muitas burocracias, além da desvalorização do automóvel.

Como adquirir um consórcio?

É possível se vincular a grupos novos, que já estão em andamento, comprar cartas contempladas ou a cota de outros participantes que, por algum motivo, desistiram de participar dos sorteios. Os grupos de consórcio podem ser oferecidos por instituições autorizadas pelo Banco Central do Brasil.

É possível fazer uma pesquisa no site do órgão. Basta inserir o nome da administradora que fornece a modalidade e verificar se está autorizada e em atividade. Você pode facilitar o processo buscando por empresas renomadas, verificando os planos oferecidos e fazendo simulações. Ao encontrar as mensalidades que cabem no bolso, basta consultar se a instituição está em dia com o Bacen.

Como adquirir um financiamento?

Ao escolher um carro ou imóvel, o vendedor pode indicar as instituições parceiras que viabilizam o financiamento. Também é possível fazer a simulação no banco e outros órgãos financeiros de sua preferência. Para se ter o crédito aprovado, as exigências costumam ser as mesmas, independentemente da instituição:

  • ter nome limpo, livre do registro negativo em órgãos como SPC e Serasa;
  • realizar o cadastro positivo na Serasa Experian;
  • regularizar e reunir documentos como RG, CPF, carteira de trabalho, comprovante de renda, comprovante de residência, comprovante de estado civil, declaração do Imposto de Renda e outros que podem ser solicitados;
  • ter conta corrente em um banco de sua preferência.

O Fundo de Garantia (FGTS) pode ser utilizado nesse processo, seja para quitar o saldo devedor, seja para ser utilizado como entrada, dando início ao pagamento.

Como ter um carro por assinatura?

Em vez de optar pelo consórcio ou financiamento, você pode recorrer ao carro por assinatura. A parte boa é que todo o processo é realizado de maneira ágil e prática, com zero dor de cabeça.

O primeiro passo é preencher uma ficha cadastral pelo app ou pelo site da seguradora. Assim, os seus dados passarão por uma análise de crédito. Caso aprovado, o cadastro será liberado em até 2 dias úteis e você vai escolher o seu modelo de carro preferido.

Sempre que desejar, ainda há a opção de renovar o contrato e permanecer com o mesmo veículo, garantindo mais conforto e praticidade em sua rotina. Bem interessante, não é mesmo?

Em caso de multa

É válido ressaltar que todas as multas aplicadas ao automóvel serão repassadas ao consumidor ou demais condutores adicionais — com a devida penalização na carteira de habilitação.

Em relação à dívida, a empresa responsável pelo carro por assinatura cobrará somente uma taxa administrativa de 20%, conforme o valor da multa. Todos os documentos são enviados por e-mail para que você tenha o máximo de segurança e controle de seus gastos.

Quais as principais diferenças entre consórcio e financiamento?

As principais diferenças entre consórcio e financiamento estão mais relacionadas ao perfil do cliente do que ao próprio funcionamento de cada modalidade. Isso porque o financiamento pode ser mais indicado para aqueles que têm pressa em adquirir um bem, enquanto o consórcio pode ser mais atrativo para pessoas que podem esperar alguns anos até conquistar a casa ou o carro próprio.

Outro ponto que merece destaque é que, no consórcio, o participante não precisa necessariamente comprar o carro ou a casa. A carta de crédito pode ser utilizada para outros fins. Isso não é possível no caso do financiamento, já que ele é realizado de acordo com um bem em específico.

De acordo com o Bacen, no consórcio, também é possível escolher o fornecedor do bem em questão. Ou seja, a escolha da imobiliária, vendedor, concessionária ou instituição que está vendendo a casa ou o carro é livre. Ainda que a administradora seja vinculada a uma dessas empresas, é proibido interferir ou, até mesmo, proibir a liberdade de escolha. Fique atento!

Em relação ao pagamento, geralmente, o valor das parcelas do financiamento é fixo. Já o consórcio pode oscilar de acordo com as taxas adotadas pela administradora.

Em ambos os casos, é importante não comprometer mais de 30% do orçamento no pagamento dessas parcelas, independentemente da escolha entre consórcio e financiamento. Isso faz com que a simulação desses valores seja ainda mais importante, evitando escolhas inadequadas à realidade e permitindo fazer um bom planejamento futuro.

Como a Porto Seguro pode me ajudar?

Você pode contar com a Porto Seguro para alcançar o sonho da casa e carro próprios, tanto por meio do consórcio, como pelo financiamento.

Porto Seguro Consórcio

A Porto Seguro trabalha com consórcio de imóveis e automóveis. Se o objetivo é adquirir o primeiro imóvel, construir ou reformar, é possível conquistar créditos de R$55 mil a R$560 mil, pagando em até 200 meses. O crédito pode ser utilizado para:

  • compra de terreno;
  • construção ou reforma;
  • compra de imóveis para uso comercial;
  • para aquisição de casa ou apartamento.

Já no caso da Porto Seguro Consórcio Automóvel, o participante pode garantir créditos de R$25 mil a R$125 mil, pagando em até 80 meses. Ao ser contemplado, é possível comprar um veículo 0Km ou seminovo. O sistema de consórcio da Porto Seguro é regularizado e fiscalizado pelo Banco Central do Brasil (Bacen), conforme legislação.

Porto Seguro Financiamento

Se você tem pressa para adquirir seu carro, pode optar pelo financiamento de veículos da Porto Seguro. É possível financiar o valor integral do veículo, pagando em até 60 meses. A Porto Seguro permite que o financiamento seja feito com ou sem o seguro do automóvel incluído na operação.

Porto Seguro Carro Fácil

Na Porto Seguro, trabalhamos com a modalidade Carro Fácil. Bem mais econômica do que adquirir um veículo, essa opção apresenta zero burocracia e proporciona diversas vantagens aos consumidores. Ao fechar negócio conosco, você terá:

  • IPVA incluso;
  • carro reserva ilimitado;
  • serviço de “leva e traz” para manutenção preventiva;
  • proteção 24 horas com a maior cobertura do mercado;
  • adicional de serviços residenciais disponíveis durante toda a vigência do contrato.

Outra questão interessante é que o automóvel é retirado em qualquer uma das concessionárias parceiras ou na própria sede da Porto Seguro. Nesse caso, será preciso agendar previamente o local e a data de entrega do seu novo veículo. Mas não terminamos por aí: existem vários modelos disponíveis para que o indivíduo escolha aquele que melhor combina com seu perfil. Algumas opções são:

  • Onix Plus;
  • Virtus;
  • Kicks;
  • Tracker;
  • Compass;
  • Polo Hatch e muitos outros.

Chegamos ao final do nosso artigo sobre consórcio e financiamento. Agora que você está por dentro do assunto, é hora de refletir sobre seus objetivos de vida e fazer algumas simulações a fim de descobrir qual a melhor modalidade para a sua realidade.

Aproveite ainda para entrar em contato com a Porto Seguro e ter acesso exclusivo a esses números especiais. O nosso time de consultores está por você.