Aposentei, e agora? Veja o que fazer na aposentadoria

A aposentadoria é sempre um momento aguardado. Mas, o que fazer durante a aposentadoria é umas das maiores preocupações de quem se aproxima dessa fase da vida. Afinal, se aposentar envolve mais do que apenas descansar e colher os frutos da carreira: também é nessa hora que é preciso descobrir como passar o tempo livre e encontrar novas ocupações.

Isso porque quem acaba de se aposentar deseja aproveitar as horas vagas da melhor forma possível. Ainda há muito o que aprender, e essa é uma oportunidade e tanto. Ainda mais com o aumento da longevidade. Em 1960, a expectativa de vida no Brasil era de 52 anos; hoje está em 76 anos. Estamos vivendo mais. Então, que tal conhecer algumas ideias e planejar o que fazer na aposentadoria? Aproveite o conteúdo!

Investir mais

Uma das melhores formas de aproveitar a aposentadoria é investir seu dinheiro. Dessa forma, ele não ficará parado e poderá alcançar boas rentabilidades. Saiba que existem várias formas de aplicá-lo, mas é interessante contar com um suporte especializado para saber quais são as alternativas mais adequadas ao seu perfil.

Se o seu principal objetivo é garantir segurança e tranquilidade para si e para a família, evitando imprevistos e dores de cabeça, cogite direcionar uma parte ou o valor integral do recebimento em fundos de investimento ou em aplicações semelhantes. Mesmo que você não seja especialista no assunto, a prática é possível. Veja alguns passos básicos:

  1. procure uma assessoria especializada em investimentos;
  2. conheça o seu perfil de investidor, baseado em seu momento de vida e seus objetivos;
  3. escolha o fundo de investimento ideal, como Renda Fixa, Multimercado ou Ações;
  4. comece a administrar seu dinheiro, suas aplicações e os resgates com a ajuda de consultores capacitados;
  5. dê preferência aos sistemas que permitem consultar os rendimentos diariamente.

De certo, além de se educar em relação às finanças, a aplicação do dinheiro da aposentadoria em investimentos auxilia a realizar antigos sonhos. Progressivamente, você conseguirá colocar em prática novos projetos e assegurar o bem-estar prolongado de sua família.

Continuar trabalhando

Continuar a trabalhar mesmo durante a aposentadoria é uma prática cada vez mais frequente. Existem, inclusive, pessoas que são muito ajudadas por esse processo — vão parando aos poucos até se ajustarem à nova rotina. O ideal, porém, é direcionar o seu foco para uma atividade com poucas exigências e que seja muito prazerosa. Essa é uma boa forma de começar a desacelerar.

Entre as possibilidades, está a de atuar como consultor na área em que trabalhou durante sua vida, ou dar aulas sobre algo que você domina: repassar seu conhecimento para quem está começando é uma atividade gratificante. Trabalhar em casa como autônomo é outra opção viável.

Também podem surgir oportunidades diferentes, como transformar um hobby em renda extra, nem que seja por meio período. Algumas pessoas também decidem abrir um negócio depois de se aposentar. Empreender proporciona novas oportunidades e pode gerar a sensação de estar tão ativo quanto antes.

Adquirir novas habilidades

Muita gente não reserva um tempo para fazer coisas de que realmente gosta por achar a vida corrida demais para isso. As obrigações quase sempre vêm em primeiro lugar, e os seus hobbies acabam ficando em modo de espera para o futuro.

Essa etapa é perfeita para colocá-los em prática, ainda mais se você se programou para aposentar. No entanto, se você realmente não pôde se dedicar a essas atividades ao longo dos anos, é bem provável que não consiga começar tudo do zero e de uma única vez. Mas, não se desespere: logo você conseguirá escolher uma atividade que te dê prazer e, aí sim, desenvolverá novas habilidades.

Você também pode aproveitar o tempo livre para colocar a leitura em dia, aprender a fazer aquele artesanato que sempre admirou, escrever um livro, praticar jardinagem, dedicar-se à culinária, começar um novo esporte, etc. O importante é fazer o que deseja, sem nenhum tipo de imposição.

Aprender um novo idioma

Se você vai adquirir novas habilidades, por que não começar aprendendo um novo idioma? Esse tipo de aprendizado requer tempo e bastante esforço, mas pode ser muito enriquecedor.

Os idiomas também estão bastante associados à utilidade. Isso porque você pode usar os conhecimentos adquiridos em uma viagem, por exemplo. Também é possível aproveitar o tempo livre para reforçar ou relembrar línguas com as quais você já teve contato. Imagine-se conhecendo o México e aproveitando as melhores atrações do país por estar com o espanhol em dia!

As opções são variadas: você pode escolher qualquer idioma, até os que têm um alfabeto diferente do que utilizamos. Para se desenvolver, é possível fazer aulas coletivas ou particulares, em escolas especializadas ou em casa, com o auxílio de uma boa gramática. No caso das línguas mais populares, como o inglês, há como aprender ou melhorar por conta própria, usando conteúdos da internet, vendo filmes e séries e até mesmo ouvindo música!

Fazer trabalhos voluntários

Quais são as causas que conquistam seu coração e elevam seu senso de empatia? Já pensou em fazer disso uma ocupação após se aposentar? O voluntariado, além de ser útil para a sociedade, traz muitas sensações positivas para quem o executa.

Existem muitas entidades e ONGs que se preocupam com a proteção dos animais e do meio ambiente; também há aquelas que contribuem com idosos e/ou crianças em condições vulneráveis.

Outras opções são as instituições sem fins lucrativos voltadas para causas mais específicas, que envolvem educação, saúde, esportes, patrimônio, cultura, entre outras áreas. Escolha a que mais tem a ver com você e abrace a oportunidade de ajudar o próximo assim que possível.

Viver de forma mais saudável

Se você sente que a fase da aposentadoria é perfeita para cuidar da saúde, basta viver uma vida saudável — não deixe para cuidar de seu corpo e de sua mente só no futuro.

Caso tenha vontade de praticar atividades físicas ou de se dedicar a um esporte específico, o benefício será todo seu. Em academias, além de poder exercitar a sua força e a sua resistência, você poderá conhecer e se relacionar com pessoas novas e de diversas idades. Desse modo, você evitará médicos e remédios e poderá aproveitar, de fato, os benefícios da aposentadoria.

Quanto antes você começar a se dedicar à saúde, maiores serão as chances de desfrutar esse momento — quando a aposentadoria chegar, você poderá dar continuidade às atividades prazerosas por mais tempo. Portanto, deixe a preguiça de lado e comece a criar desde já algum hábito saudável, como:

  • caminhar;
  • ir à academia;
  • fazer ioga;
  • dançar;
  • fazer natação ou hidroginástica;
  • jogar algum esporte coletivo (vôlei, futebol, basquete etc.);
  • praticar qualquer atividade física dentro de suas possibilidades.

Criar amizades

Durante a vida, acumulamos alguns amigos que estarão presentes em diversos momentos, conforme as décadas passam, concorda? Nessa nova fase, não é diferente.

Ao frequentar novos espaços e desenvolver hábitos diferentes dos que você tinha até antes de se aposentar, é bem provável que você encontre pessoas com os mesmos gostos e projetos. Aproveite esses contatos, afinal, sempre podemos aprender algo de bom com as pessoas.

Escrever suas memórias

Quem já se aposentou ou está prestes a se aposentar, geralmente viveu boas histórias. Por que não contá-las para outras pessoas? Uma boa forma de fazer isso é escrever suas memórias mais marcantes — elas podem estar relacionadas à carreira e/ou à vida pessoal.

Se quiser, também existe a possibilidade de publicá-las em um blog ou em formato de livro (físico ou digital). A escrita é uma habilidade que pode demorar algum tempo para ser aprimorada — redija aos poucos e edite o texto para escolher o melhor jeito de formatar suas histórias.

Realizar a viagem dos sonhos

Comentamos como aprender uma nova língua pode enriquecer a sua próxima viagem. Que tal então se programar para utilizar o benefício da aposentadoria em uma viagem que você sempre teve vontade de fazer? Não precisa necessariamente dar uma volta ao mundo, mas certamente você tem o desejo de conhecer algum lugar especial — seja no Brasil, seja em outro país.

O momento é bastante propício para realizar o seu sonho, visto que você terá acesso a dois dos principais fatores que possibilitam uma boa viagem: tempo e dinheiro. Com organização e um bom planejamento, é possível idealizar um roteiro interessante e cheio de surpresas emocionantes.

Descansar

Falar em descanso após se aposentar é quase um clichê, mas nem todo mundo dá a devida importância para isso. É claro que há quem sinta falta da rotina corrida, e é fundamental manter algumas ocupações para preenchê-la. Contudo, isso não significa que você não tem direito ao descanso.

Aliás, se você chegou à aposentadoria, é porque superou os desafios de toda uma carreira. Então, nada mais justo do que curtir: relaxe a aproveite a sua família.

Repassar sua experiência

Embora já tenhamos falado sobre o oferecimento de consultoria e de trabalhos voluntários, não é preciso encontrar meios formais para repassar o que você sabe. Transmitir seus conhecimentos é uma prática livre, que pode ser exercida em diferentes contextos.

Lembre-se de que algumas pessoas mais novas podem precisar somente de uma palavra de conforto ou de direcionamento. Como você acumulou algumas vivências, não deixe de repassá-las e ajudar quem está vivendo algo parecido.

Voltar a estudar

Nada impede que você dê continuidade ou até mesmo otimize suas habilidades e suas qualificações, profissionais ou não, durante essa fase da vida.

Que tal aproveitar a aposentadoria para voltar a estudar ou fazer aquele curso que sempre quis, mas nunca sobrou tempo? Pode ser um curso técnico, superior, ou aquelas aulas de pintura ou de música que nunca saíram do papel. Sempre é hora de aprender!

Essas são apenas algumas possibilidades que a vida oferece. Não se esqueça de que você vai passar por várias situações. Em meio a todas essas etapas e lembranças, o essencial é vivenciar o presente. Portanto, comece a se planejar desde já para aproveitar o máximo possível essa fase.

Gostou das alternativas e já está pensando no que fazer na aposentadoria? Faça sua lista de desejos e projetos e comece um planejamento para colocá-los em prática!