Alagamentos: conheça a nova cobertura do Seguro Residencial!

Alagamentos

É bastante comum vermos notícias sobre pessoas que moram em áreas que sofrem com alagamentos em períodos de chuvas, atingindo suas residências e destruindo diversos bens, como sofás, geladeiras, fogão, armários e até mesmo suas roupas. Muitas vezes, essas regiões não contam com o apoio necessário do governo e as pessoas acabam precisando arcar com os prejuízos ano após ano.

São muitas as famílias que vivem nessa situação e essa, infelizmente, é uma realidade que nem sempre recebe a merecida atenção por parte do poder público, a quem incumbe criar políticas públicas com o objetivo de atender ao interesse da coletividade.

Quer saber mais sobre a problemática dos alagamentos e como se prevenir contra os estragos causados por eles? Selecionamos as principais informações relacionadas ao tema, e também os meios de amenizar os seus efeitos. Confira!

Os alagamentos no Brasil

A vulnerabilidade não é uma escolha e sim uma necessidade, na maioria das vezes, principalmente, nas periferias do país. Estima-se que uma em cada três tragédias registradas no Brasil esteja relacionada com questões climáticas, o que envolve vendavais, chuvas e enchentes, sendo bastante comum que esses fenômenos aconteçam conjuntamente.

Não se trata de um problema isolado. Como aponta o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), quase 10 milhões de pessoas residem em áreas sujeitas a enchentes e deslizamentos. Com as mudanças climáticas, o esperado é que esse tipo de problema se agrave ao longo do tempo.

Esse tipo de evento não causa apenas prejuízos financeiros, mas também, traumas e mortes. A mais marcante na história recente foi registrada em Nova Friburgo, na Região Serrana do Rio de Janeiro, em 2011, que registrou um número bastante expressivo de mortes. Mesmo assim, ainda há cerca de 172 mil pessoas que vivem em áreas de risco nessa mesma região.

As secas também são uma realidade, até mesmo em razão de o planejamento urbano não contemplar esse tipo de problema com a devida atenção. Quando a chuva chega nessas regiões áridas, não é incomum ler notícias de alagamentos, quase sempre, acompanhadas de fortes vendavais. Daí a importância de proteger a sua casa de chuvas.

Qual a causa de tantos alagamentos no país

O Brasil é um país privilegiado pela insignificante incidência de tremores de terra e furacões, mas as chuvas, aliadas à pouca prevenção, constituem um dos seus maiores problemas. As causas são, geralmente, atribuídas à própria força natureza, mas também podem ser geradas ou agravadas pela ação do homem.

Um exemplo de causa natural de alagamentos são os rios que cortam as cidades e que, nos períodos de cheias, acabam com suas águas invadindo espaços residenciais. Por isso existe a proibição de se construir residências próximo às margens, o que não significa que não aconteça, até mesmo, em razão de muitas cidades terem sido erguidas sobre essas áreas.

O crescimento urbano desordenado é, certamente, uma das principais causas de alagamentos atribuíveis à ação do homem, especialmente, quanto às construções irregulares em áreas de risco. O que, como já mencionado, tende a ser um problema causado pela falta de opções melhores para se residir.

Outro fator que pode ser atribuído à ação humana é o descarte de lixo feito de forma inadequada. Basicamente, o resíduo que deixa de ir para a coleta regular acaba indo parar nas ruas e, durante as chuvas, entope os bueiros e dificultam o escoamento da água por meio das galerias pluviais, que são as tubulações urbanas que drenam a água da chuva e da cheia dos rios.

Por esse motivo, há um acréscimo relevante no número de pessoas que podem ser afetadas pelos alagamentos, mesmo nas áreas mais abastadas. Todo centro urbano, onde existam condições para os alagamentos, pode sofrer com esse problema em algum momento.

Os perigos relacionados aos alagamentos

Já mencionamos que não são apenas os bens materiais que são afetados pelos alagamentos, mas a própria segurança da população fica vulnerável com esse fenômeno. Nem sempre há tempo hábil para que a população se proteja contra os efeitos das chuvas.

Nas áreas próximas aos rios, esse problema é ainda mais grave, pois a água que invade as vias urbanas se soma à força da correnteza e arrasta tudo o que estiver pela frente. Muitas vezes, não há tempo suficiente para se abrigar em um local que ofereça alguma segurança, e esse é um cenário bastante indesejável.

Muitas vezes, o volume das chuvas surpreende até mesmo os meteorologistas e, em poucos dias, chove o que era esperado para o mês todo. Por isso, é importante a prevenção, seja ela feita pelo poder público, seja ela adotada por quem vive em áreas que contam com esse tipo de possibilidade.

Como a cobertura contra alagamentos funciona

Uma apólice de seguro não é considerada um investimento em sentido estrito, mas se soma às medidas que aqueles que levam a sério o planejamento financeiro costumam usar. A finalidade de uma apólice não é o aumento, e sim, a blindagem patrimonial.

Quem contrata uma apólice valoriza aquilo que conquistou ao longo da vida, bem como a própria tranquilidade. Ela funciona por meio da análise de riscos futuros e incertos, cuja ocorrência pode ou não se concretizar. É isso o que torna o negócio viável para as seguradoras e igualmente benéfico aos segurados.

Mesmo quem mora em edifícios pode se beneficiar da cobertura contra alagamentos, pois as garagens subterrâneas também podem receber as águas das chuvas e inundar, causando danos aos veículos que lá se encontrarem. Com a contratação da nova cobertura, será possível receber uma indenização por esse tipo de prejuízo, de acordo com o valor contratado pelo segurado.

Quais planos da Porto contemplam essa cobertura?

Um contrato de seguro oferece cobertura somente para os riscos que estiverem previstos na apólice, isso é, não cabe uma interpretação mais ampla para que se cubra outros infortúnios que possam acontecer. Para acionar o seguro residência na proteção contra alagamentos, busque a modalidade Habitual, Premium e Veraneio.

Em um país que ocupa a sexta posição no ranking mundial de incidência de enchentes, esse tipo de proteção é indispensável!

Agora que você sabe mais sobre a problemática dos alagamentos e os meios de amenizar os prejuízos causados, aproveite e entre em contato conosco!