O que preciso vistoriar no meu carro para contratar o seguro?

A vistoria para seguro, também conhecida como vistoria prévia, diz respeito a uma análise exigida pela seguradora antes que o seguro automotivo seja contratado. Seu objetivo é assegurar que todos os dados passados pelo contratante são verdadeiros.

As diversas seguradoras estabelecem uma série de regras e requisitos para que o seu carro possa ser protegido. “Mas o que vistoriar no meu carro?”, você deve estar se perguntando.

Se você quer contratar o seguro para o seu carro, mas não sabe o que pode ser solicitado na vistoria prévia veicular, este poste é para você. A seguir, falamos mais sobre os procedimentos em uma vistoria prévia e o que fazer para ficar em dia com a seguradora nesses casos. Boa leitura!

O que é a vistoria prévia veicular?

A vistoria prévia é a inspeção que a seguradora realiza nos veículos antes de aceitar segurá-lo. A inspeção consiste na análise de dados documentais e visuais do estado de conservação do automóvel e na verificação de seus equipamentos e acessórios.

O objetivo é verificar a existência e a originalidade do automóvel, bem como suas condições gerais no momento da execução da vistoria, especialmente a respeito de avarias visíveis, corrosão, acessórios, equipamentos opcionais e dispositivos de segurança.

Qual a diferença entre vistoria e inspeção veicular?

Embora os nomes se pareçam, a vistoria é diferente da inspeção veicular. Cada um dos serviços tem características particulares e é feito com finalidades diferentes. Ambos são fundamentais para o consumidor final e garantem sua segurança, mas de modos distintos.

A seguir, confira a função de cada serviço para não ter dúvidas!

Vistoria veicular

Nesse serviço, é realizada uma avaliação sobre o estado de conservação do veículo e a sua situação legal. Alguns itens de identificação são analisados, como etiquetas adesivas, numeração de vidros, eixos, motor e câmbio — esse último sendo capaz de comprovar a originalidade do veículo. Além disso, é vistoriada a numeração de chassi.

Outro item avaliado é a pintura, que pode demonstrar se o automóvel foi restaurado depois uma batida. Um momento relevante da vistoria é a pesquisa de procedência, que examina se existem pendências legais com os órgãos competentes.

Ao fim desse processo, um laudo de vistoria veicular é emitido com o histórico das condições do veículo.

Inspeção veicular

Na inspeção, são avaliados itens ligados à segurança do veículo. Esse serviço inclui a análise de equipamentos obrigatórios, condição de rodagem e a estrutura do carro.

Esse procedimento trata da questão mecânica e técnica, sendo os programas de inspeção oficiais regulamentados pelo Contran (Conselho Nacional de Trânsito), Conama (Conselho Nacional do Meio Ambiente) e ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas).

Por que a vistoria é importante?

A vistoria é extramente relevante para o seguro de automóvel porque, sem vistoria, não existe cobertura. Portanto, se você contratar seu seguro de automóvel, não se esqueça de fazer a vistoria para não correr nenhum risco.

Quando fazer?

Se você adquirir um carro usado ou seminovo, ele deve passar pela inspeção da seguradora. A vigência do seguro só passa a valer de fato quando a vistoria é realizada e a proposta de seguro é transmitida. Além disso, a seguradora pode solicitar uma vistoria do veículo a qualquer momento para averiguar as condições do veículo.

Onde deve ser feita?

Para fazer a vistoria, é possível levar o veículo a um posto credenciado ou, dependendo da seguradora, agendar uma visita do vistoriador. Vale lembrar que a vistoria prévia é uma análise de risco da seguradora e, mesmo com a realização desse procedimento, não quer dizer que o seguro será feito, já que outros fatores também são considerados durante o processo de elaboração da apólice.

É necessário fazer vistoria do carro zero km?

Não é necessário realizar a vistoria em casos de veículo 0 km. Nesse caso, a seguradora entende que o veículo não possui dano, avaria ou qualquer tipo de impedimento para a realização do seguro.

Vale dizer que, na pressa de fechar um negócio de um carro zero, muitas pessoas acabam realizando a escolha do seguro na própria concessionária. Porém, antes de fechar negócio, confira os preços, condições e coberturas em outras seguradoras, para que você tenha o melhor custo-benefício.

Nesse contexto, a consultoria do corretor de seguros é fundamental para diversos esclarecimentos — tanto nas situações mais simples quanto nas mais complexas.

Quando a vistoria é obrigatória?

A obrigatoriedade da vistoria veicular deve ocorrer em situações como:

  • contratação ou substituição de seguro para veículo usado;
  • quando o segurado deseja rever os limites das coberturas do automóvel, tanto para ampliação dos limites ou para a inclusão de novas, bem como para a redução da franquia e da cobertura.

Carros novos precisam ser vistoriados somente quando recebem modificações diversas, que alterem as suas características originais.

Quando é necessário revistoriar o carro?

Exceto se seu carro for novo, verifique as condições do veículo e, se possível, tente consertar os problemas antes da vistoria. A seguradora pode aceitar proteger o seu veículo, mas os danos nele existentes serão incluídos na apólice e não são indenizáveis em caso de sinistro.

Porém, se você fizer o reparo dos problemas encontrados na primeira vistoria do automóvel, você pode e deve solicitar outra vistoria para que as restrições encontradas sejam retiradas. Nos casos de sinistros com indenização integral, a seguradora não pode deduzir os valores que se referem às avarias constatadas previamente.

O segurado que tem seu veículo protegido e deseja renovar não precisa fazer a vistoria prévia. Contudo, se a renovação for realizada fora do período de vigência, o proprietário do veículo deve levá-lo a um posto credenciado para realizar uma nova vistoria.

O que é laudo veicular?

O laudo veicular é um documento no qual constam todos os pareces e dados da perícia, podendo levar à aprovação ou reprovação de um automóvel. A aprovação demonstra que todos os itens inspecionados estão totalmente de acordo com as especificações legais.

Se o laudo de vistoria afirmar que o veículo foi reprovado, isso quer dizer que há algum problema que pode estar ligado a adulterações, pendências legais ou demais questões.

O que consta no laudo?

São registradas no laudo as informações coletadas durante a inspeção do carro. Os itens avaliados em uma perícia veicular dependem do objetivo do serviço. Os itens básicos incluem aspectos referentes à

  1. estrutura:
  • cintos de segurança;
  • velocímetro;
  • buzina;
  • retrovisores;
  • triângulo;
  • chave de roda;
  • quebra sol;
  • extintores de incêndio;
  1. documentação:
  • CRLV (Certificado de Registro e Licenciamento de Veículos);
  • verificação de CRV (Certificado de Registro de Veículos);
  • seguro obrigatório;
  • IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores);
  • multas;
  1. originalidade do veículo:
  • numeração do motor;
  • número de vidros;
  • numeração de chassi;
  • pintura.

É importante lembrar que a perícia de automóveis e a emissão de laudo veicular só pode ser feita por uma ECV (Empresa Credenciada de Vistoria), uma vez que ela possui certificação de órgãos competentes, como o Detran.

Se for positivo, o laudo apresenta validade de 30 a 60 dias, conforme análise do DETRAN. Se for negativo, tem validade de 30 dias. Durante esse período, o dono do veículo precisa regularizar o automóvel e retornar à ECV para fazer a segunda vistoria.

Seguro de veículo automotivo é um assunto sério e que pode poupar muita dor de cabeça! Sendo assim, é preciso ter muita atenção na hora de contratar esse serviço.

Por isso, fique sempre atento ao que o mercado oferece e pesquise as melhores condições. Já fez a cotação do seu seguro auto? Fale com o seu corretor. Solicite uma proposta!

Já fez a cotação do seu seguro auto?

Fale com o seu Corretor.

Solicite uma proposta »