Revisão do carro: com que peças devo ter mais cuidado?

Direção segura não se resume apenas a ter atenção às sinalizações e à velocidade. Fazer a revisão automotiva completa periodicamente também é uma forma de cuidar da sua vida no trânsito. Há peças que precisam de maior atenção, pois são essenciais para o funcionamento do veículo e devem constar na revisão do carro.

Pensando nisso, preparamos este texto. Durante a leitura, você saberá quais são os componentes mais relevantes para se fazer uma manutenção preventiva de carros. Continue a leitura até o fim para saber mais a respeito!

9 itens mais importantes para uma revisão automotiva completa

Em uma revisão do carro, o ideal é que todos os itens sejam devidamente verificados e ajustados. Ainda assim, alguns deles podem ser priorizados, tendo em vista que interferem significativamente na utilização e no desempenho do automóvel. Confira, a seguir, quais são eles!

1. Motor

Ter problemas com o motor do carro no meio do trânsito pode causar sérias dores de cabeça. Além disso, trata-se de um dos itens mais caros do carro. Se possível, mantenha seu motor sempre revisado. Para isso, cheque se há vazamento de fluídos, como o líquido do arrefecimento e o óleo do motor.

2. Freios

Os freios são essenciais para evitar acidentes, colisões e outras situações indesejadas. Portanto, é fundamental mantê-los conservados e em perfeito funcionamento. Atenção para o óleo do freio, para a luz de freio na traseira, para o disco de freio, para a pastilha e para o freio de mão.

3. Transmissão

Se o motor é o “coração” do veículo e o câmbio é o “cérebro”, saiba que a transmissão é como se fosse o corpo. Anatomia à parte, isso acontece porque, para que o veículo saia do lugar, é preciso transformar a energia do motor em potência — é isso que faz as rodas giraram.

Portanto, na revisão de carro cuide de todas as peças que compõem o sistema de transmissão: embreagem, caixa de câmbio, diferencial e semieixo. Quando fizer um checkup de rotina, peça para o profissional também verificar essas partes do veículo — e não deixe o óleo de lado, é claro!

4. Sistema elétrico

O sistema elétrico do automóvel precisa estar em dia na manutenção preventiva. Isso porque panes são comuns e a falta de checagem pode agravar esses problemas. O ideal é que, a cada 6 meses, seja feita uma avaliação da bateria e do alternador. Se possível, dê atenção a todos os componentes elétricos.

5. Pneus

A vida útil do pneu é um dos pontos mais importantes para ficar longe dos problemas na direção. Quando estão carecas, com calombos ou furados, devem ser imediatamente trocados, porque a estabilidade do carro depende disso. Considere que um veículo instável está muito mais propenso a sofrer com complicações mecânicos.

6. Radiador

A água do radiador deve operar na proporção correta em relação ao aditivo — essa medida, em geral, é especificada pela fabricante do veículo. Aliás, não só ele, mas também o sistema de arrefecimento como um todo deve ser acompanhado de perto por um profissional.

Em poucas palavras, essa é a parte do carro que indica a temperatura de trabalho do motor. Se ele operar acima ou abaixo do indicado, o desempenho tende a ser comprometido. Portanto, fique de olho nisso durante a revisão do carro.

7. Correia dentada

Esquecida por muitas pessoas, a correia dentada também deve ser substituída periodicamente. Esse intervalo varia de acordo com o modelo. Dessa forma, para acabar de vez com as dúvidas sobre o assunto, confira o manual do proprietário.

A troca é recomendada por conta do desgaste nos rolamentos auxiliares e esticadores. Também pode valer a pena substituir as outras peças do conjunto de sincronização. Isso evita que os vícios do conjunto antigo prejudiquem o funcionamento de uma nova peça.

8. Velas

A vida útil de uma vela pode variar muito. Cada montadora especifica, no manual do proprietário, a data na qual ela deve ser trocada. De maneira geral, pode-se dizer que a inspeção desse material é bem-vinda a cada 10 mil quilômetros rodados e/ou depois de 1 ano.

Cabe lembrar que existem diferentes tipos de velas sendo comercializadas. As que são compostas de materiais especiais podem oferecer boas experiências em termos de performance.

9. Filtros

Há 4 tipos de filtros que podem ser trocados uma vez por ano, em média. São eles:

  • filtro de ar-condicionado;
  • filtro de óleo;
  • filtros de ar;
  • filtro de combustível.

Os chamados filtros laváveis, bastante comercializados no Brasil, podem ter preços mais atrativos, mas acabam deixando a desejar quando o assunto é eficiência. Por causa disso, prefira outros modelos.

Não se esqueça também de outros elementos imprescindíveis para o carro, que devem ser conservados, como faróis, espelhos, limpadores de para-brisas, mangueiras, injeção direta e assim por diante. A limpeza dos bicos injetores também precisa ser verificada durante a revisão do carro. Com esses cuidados, sua direção será muito mais segura. Caso alguma outra dúvida apareça, informe-se por meio de seu manual.

A manutenção preventiva de carros é um investimento em segurança que ajuda você a economizar no futuro e faz com que o carro se mantenha valorizado por mais tempo. Portanto, programe-se para fazer a revisão automotiva completa sempre que necessário.

Agora que você já sabe tudo sobre o tema, aproveite para conhecer o nosso Centro Automotivo e cuide do seu veículo!

Procurando uma oficina

Serviços de manutenção e revisão para o seu carro nos Centros Automotivos Porto Seguro

Encontre o mais próximo »