Quais são as formas de pagar o IPVA 2022?

Fim de tarde na Avenida Paulista

Cada estado decide sobre seu próprio calendário, alíquota e descontos

O IPVA (Imposto Sobre Propriedade de Veículo Automotor) ficou mais caro em 2022. O aumento de preços em até 20% do tributo é consequência dos aumentos registrados em 2021, tanto nos carros 0 km, quanto nos seminovos e usados. Donos de veículos terrestres motorizados, como carros, motos e caminhões, devem pagá-lo, porque é um imposto obrigatório.

Se o pagamento não for feito, o proprietário do veículo poderá ser cobrado com multas e juros calculados, com base na Selic, a taxa básica de juros da economia brasileira. Além disso, quitar o IPVA é obrigatório para fazer o licenciamento do veículo. 

O que muita gente não sabe é que além de esse dinheiro ser destinado às áreas ligadas ao transporte terrestre, como manutenção de estradas, ele também deve ir para outras áreas, como educação, saúde e segurança. 

Neste artigo, vamos esclarecer algumas dúvidas sobre o pagamento do IPVA 2022. Lembrando que cada estado funciona de modo autônomo, por isso, é importante checar com o Detran estadual. 

Isenção do IPVA 2022: quem tem direito?

  • Veículos ligados a órgãos públicos, partidos políticos, sindicatos de trabalhadores e templos religiosos de qualquer culto;
  • Quando é comprovada a perda da posse do veículo, como em furto ou roubo, perda ou desaparecimento;
  • Quem comprova que o veículo é usado para determinados transportes, como táxi e mototáxi, entidades e pessoas com direito a tratamento diplomático ou ônibus e micro-ônibus utilizado em fretamento ou transporte escolar;
  • Pessoas com algum tipo de deficiência – visual, física ou mental – ou com determinadas doenças – como HIV – que são proprietárias de veículo terrestre motorizado também podem ser isentas do IPVA. Vale checar as regras de cada estado. 
  • Veículos antigos. Em São Paulo, por exemplo, veículos com mais de 20 anos de fabricação não precisam pagar o imposto.

Pagamento do IPVA atrasado (e parcelado)

Se, após consultar, você desejar realizar o parcelamento do IPVA atrasado e essa opção não constar nas formas de pagamento da Guia para Regularização de Débitos, será necessário ir até uma sede do Detran ou da Secretaria da Fazenda em seu município.

O IPVA pode ser pago à vista ou em três parcelas diferentes, cada uma com vencimento em um mês – janeiro, fevereiro e março. Para IPVAs atrasados, não é oferecido nenhum desconto.

Vale lembrar: esse método de parcelamento é feito por boleto. São emitidos três boletos de pagamento do IPVA, cada um com uma data de vencimento específica em um mês – os dias variam de acordo com o estado.

Calendário IPVA 2022

O calendário de pagamento do IPVA 2022 já foi disponibilizado pelos Detrans estaduais. Por isso, faça a consulta no site do estado de seu interesse para mais informações sobre datas. Cada estado decide sobre o próprio calendário, alíquota e descontos.

Parcelamento do IPVA 

Quando você estiver emitindo a guia de pagamento do IPVA é possível optar pela emissão de boletos parcelados, caso essa esteja disponível dentro da plataforma do Detran do seu estado.

IPVA em São Paulo

Em São Paulo, é possível quitar o IPVA 2022 com cartão de crédito nas empresas credenciadas à Secretaria da Fazenda e Planejamento. As operadoras financeiras conveniadas têm autonomia para definir o número de parcelas e adequar a melhor negociação com o contribuinte.

Os valores pagos ao correspondente bancário são repassados ao Governo do Estado de forma imediata e sem qualquer encargo ou desconto.

O contribuinte deve avaliar as condições mais favoráveis para o pagamento do imposto e, caso opte por fazer o pagamento no cartão de crédito, lembre-se de exigir o comprovante de pagamento dos débitos fiscais recolhidos (artigos 15 e 16 da Resolução SFP 35/2021). Apenas este documento comprova o recolhimento em favor do Estado de São Paulo.

Pagamento do IPVA pela internet ou aplicativo

Em São Paulo, não há mais entrega dos boletos do IPVA em casa. Porém, é possível gerar o boleto e fazer o pagamento deste por meio do internet banking ou app da sua instituição financeira. Além disso, com toda a popularidade do pix, você também pode tentar utilizar este meio de pagamento. 

  1. Tenha em mãos a placa do veículo e seu respectivo número do RENAVAM;
  2. Acesse a área de pix do seu aplicativo;
  3. Dentro desta área, procure por pagamento;
  4. Depois, encontre o pagamento de taxas e/ou pagamento de impostos;
  5. Insira os dados do seu veículo;
  6. Confirme o pagamento;

Atenção: caso você não encontre a área de pagamento de taxas e impostos ou seu aplicativo não realize este tipo de transação no seu estado, é necessário gerar o boleto de seu IPVA para inseri-lo no pagamento via pix.

E aí? Gostou do artigo? Aproveite e compartilhe com aquele(a) amigo(a) que está com as parcelas atrasadas.