Que cuidados você deve ter com seu carro no período de chuvas? Seu seguro cobre alagamento?

Cuidados com o carro no período de chuvas

Em muitas regiões brasileiras, os meses chuvosos do ano reservam para os motoristas grandes dificuldades nas estradas, não somente pelo movimento das férias, que aumenta a quantidade de carros nas rodovias, mas também por ser o período mais chuvoso.

Se você precisa pegar a estrada para chegar ao trabalho, se faz questão das viagens de final de semana ou até mesmo, se enfrenta as águas na cidade grande no dia a dia, é importante tomar alguns cuidados com o seu carro para aumentar a segurança e não colocar ninguém em risco. Saiba, a seguir, como garantir mais proteção no seu automóvel em épocas de chuva:

Limpadores

Em dias chuvosos, o primeiro passo é garantir a melhor visibilidade possível da pista, e um dos itens imprescindíveis para a época das águas é o limpador de para-brisa.

Fique atento a riscos de borracha no vidro e ao som emitido pela peça, quando passar pelo para-brisa: esses são dois indícios de que está na hora de trocar o limpador. Não esqueça também de conferir o do vidro traseiro!

Lanternas

Dias chuvosos são naturalmente mais escuros, e muitos momentos requerem o farol aceso. Por isso, não deixe de revisar suas lanternas antes de sair com o carro, pois além da questão da segurança, o condutor corre risco de ser autuado com 4 pontos na carteira.

As luzes de sinalização, como o pisca alerta e setas de direção também devem estar em dia e reguladas, para evitar transtornos.

Pneus

A água reduz o atrito entre o asfalto e os pneus, sendo que o acúmulo do líquido pode gerar a famosa aquaplanagem, processo no qual o condutor praticamente perde o controle do carro devido à falta de contato entre o pneu e o chão.

Confira sempre a profundidade dos sulcos dos pneus (ranhuras na borracha) do seu carro, pois são eles que entregam a condição atual da borracha. E em caso de aquaplanagem, não se desespere: apenas pare de acelerar, mantenha a direção reta e não pise no freio.

Freios

Juntamente com os pneus, o sistema de freios são os responsáveis por parar o seu carro em alguma emergência, e por isso devem estar em boas condições. Confira periodicamente o fluido de freio e a condição dos demais componentes do sistema de freios, como discos, cilindros etc. Fique atento a qualquer ruído ou demora ao frear: esses são alguns indícios de que seu freio necessita de manutenção.

Sistema de circulação de ar

O sistema de ventilação do veículo exerce papel fundamental quando o vidro começa a embaçar. Por esse motivo, com ar condicionado ou não, é necessário realizar manutenção das entradas de ar e do sistema de ventilação, já que, em casos de opacidade do vidro, eles resolvem o problema de maneira mais rápida, evitando que o motorista se arrisque ou tenha que parar o carro na via.

Cuidado ao estacionar

Vale lembrar ainda que, geralmente, chuvas fortes vêm acompanhadas de raios e quedas de árvores — sem mencionar a chuva de granizo ou até mesmo alagamentos — o que, além de bloquear vias, pode causar avarias aos veículos estacionados nos arredores.

Não há como prever se uma árvore cairá ou se a chuva que vem será capaz de derrubar algumas delas ou causar enchente, por isso, nessa época do ano, opte por deixar o carro em áreas cobertas ou, ao menos, longe de árvores maiores e, se possível, em lugares que não costumam alagar – algumas vias têm até sinalização sobre risco de alagamento.

Mais atenção ao dirigir

Além das dicas de manutenção, é sempre bom levar em conta alguns conselhos na hora de dirigir com chuva, tais como não ultrapassar a distância de segurança, reduzir a velocidade, redobrar o cuidado nas ultrapassagens e ficar atento à visibilidade.

Mais importante do que chegar logo é chegar são e salvo. Portanto, em casos extremos, se a situação estiver muito difícil para o seu veículo, não hesite em parar no acostamento, sempre com o pisca-alerta ligado e a devida sinalização.

Mas e se não tiver jeito, o seguro cobre alagamento?

Em alguns casos, o motorista simplesmente não tem como desviar de um congestionamento causado por uma enchente. Vamos supor que você esteja parado em uma avenida, sob trânsito intenso, e a água comece a subir. O indicado nesses casos é que você abandone o seu veículo com segurança, antes que a água chegue na altura da porta. Cuide de você e fique tranquilo pois, nesses casos, o seguro cobre alagamento. 

Em que situação o meu seguro não cobre alagamento?

Alguns casos não são cobertos pelo seguro. Se você tentar atravessar uma via alagada, por exemplo, você estará expondo o seu veículo ao risco e, portanto, o seguro não arcará com os danos causados. Por isso, o ideal é você pensar na sua segurança e na segurança do seu automóvel e não arriscar!

Confira a matéria do Mais Você, da Rede Globo, sobre coberturas do seguro automotivo nesses casos: