4 cuidados importantes com o ar condicionado do seu carro

Com o barulho e a poluição gerados pelo trânsito nos grandes centros urbanos, fica difícil circular com os vidros do carro abertos, não é? Mas, no nosso país, mesmo no inverno, fechar as janelas significa aumentar a temperatura interna do veículo.

Diante disso, a solução é manter o ar condicionado do carro a todo vapor, garantindo que você vai conseguir conversar com o carona sem precisar gritar para se sobrepor aos motores dos veículos à sua volta, nem abrir os botões da camisa para se refrescar.

Veja, no post de hoje, como cuidar do ar condicionado do seu carro para evitar passar aperto e calor na hora do rush:

Filtro de Cabine ou Antipólen

Decore esse nome para quando você levar o seu carro na oficina especializada pela primeira vez. É que o filtro antipólen é responsável pela eliminação das impurezas do ar que você respira dentro do veículo. Ou seja, se estiver recoberto por sujeira, provavelmente não será capaz de realizar a sua função. Além disso, como a crosta de impurezas impede a passagem de ar.

Entenda os comandos

Utilizar o ar condicionado não é apenas pressionar o botão de liga e desliga. Conhecer bem os comandos de acionamento do ar é indispensável para evitar que o equipamento estrague e te deixe, literalmente, no sufoco.
Apesar de o ar digital apresentar muitos botões e comandos para atingir a temperatura exata, o equipamento é muito simples e se programa automaticamente para manter o resfriamento ou o aquecimento do filtro do habitáculo (elemento que controla a qualidade do ar dentro do veículo), tudo de acordo com a condição climática que o motorista está experimentando. Na dúvida, consulte o manual do seu carro.

Não faça do ar um inimigo da bateria

Alguns procedimentos básicos são fundamentais para prolongar a vida útil da bateria do carro. Um deles é desligar o ar condicionado antes de dar a partida. Isso porque o equipamento ligado acaba fazendo com que o veículo demande mais carga elétrica para conseguir iniciar, o que afeta consideravelmente a bateria.
Outra medida importante é não acionar continuamente o recirculador de ar, uma vez que a falta de ar renovado no interior do veículo pode ser nociva à saúde dos passageiros.

Saiba quando é hora de ir à oficina

Com o passar do tempo, o ar condicionado pode começar a apresentar algum desgaste, o que torna imprescindível a visita ao mecânico, de seis em seis meses, de preferência.
A higienização completa do sistema de ar, com a devida troca de filtros, não pode ser esquecida. Não realizar a manutenção do ar condicionado do seu veículo pode provocar alguns desconfortos, como tosse, rinite, dor de garganta e até pneumonia.
Para evitar todos esses problemas e garantir a sua segurança no carro, conte com os serviços do Centro Automotivo Porto Seguro!