12 hábitos ao dirigir que aumentam o consumo de combustível

O consumo de combustíveis sempre foi uma preocupação de todo motorista atento. E esse cuidado aumenta com o preço do combustível. Embora saibamos que um design bem trabalhado se torna vantajoso para a economia de um carro, há um engano em pensar que o modelo é o único fator determinante no consumo.

Alguns hábitos diários têm total influência no consumo de combustível. Quais os 12 principais erros na hora de usar o carro? Confira o nosso artigo e saiba como economizar!

Pesar o pé na arrancada

Comecemos do princípio, que é a arrancada. Se você costuma pisar fundo toda vez que precisa sair com o seu carro, repense esse hábito que pode pesar no bolso no fim do mês.

Acontece que, quando exageramos na pisada, o sistema entende que o veículo necessita de potência máxima e, consequentemente, consume mais combustível nesse momento. Para evitar o problema, contenha a ansiedade diante de semáforos, esquinas e arranque como se estivesse carregando algum objeto delicado em cima do carro.

Andar com os pneus descalibrados

Pneus murchos, além de contribuir para o aumento no consumo de combustível, força o sistema de direção e suspensão do carro, bem como diminui a vida útil dos pneus.

A solução é verificar a pressão dos pneus de 30 em 30 dias, já que costumam perder 0,15 bar de pressão a cada mês. Lembrando, também, que cada veículo possui uma calibragem adequada. Portanto, é fundamental respeitar as orientações do fabricante. Outro ponto importante na calibragem dos pneus, é que os mesmos precisam estar frios para que o procedimento seja feito da maneira correta.

Colocar o ar-condicionado no máximo

Mesmo sendo tentador nos dias mais quentes, o ar-condicionado na potência máxima também influencia no consumo de combustível. Se possível, aproveite as entradas de ar do carro para ventilar e evite utilizar o ar-condicionado nos trajetos longos. Você pode aliar a isso à procura por estacionamentos sombreados, o que diminui a necessidade da climatização forçada.

Dirigir com vidros abertos

Embora deixar o ar-condicionado no máximo exija mais do veículo, abrir os vidros enquanto dirige nem sempre pode ser uma alternativa viável, principalmente se você estiver andando em alta velocidade. Exceto em passeios dentro da cidade, andar com as janelas abertas pode aumentar a resistência do ar e fazer o seu carro consumir mais combustível. Sendo assim, o ideal, em viagens longas, é manter o carro fechado, com o ar-condicionado em funcionamento moderado.

Abastecer o veículo com combustíveis ruins ou misturá-los

A escolha de um combustível de baixa qualidade influencia na capacidade de tráfego do veículo, por isso, você deve estar atento à condição dos postos frequentados. Para quem tem carro flex, a dica é encher o tanque com um só tipo, ou seja, somente gasolina ou etanol. Quando misturados, os líquidos precisam ser processados pelo sistema de injeção, o que demanda um certo tempo e, consequentemente, mais consumo de recursos para definir a relação ideal entre ar e consumo de combustível. Importante dizer que, nos casos do veículos flex, para melhor avaliação da performance do veículo, devemos abastecer de tanque a tanque, ou seja, esperar esvaziar para repor com outro combustível.

Deixar o carro desalinhado

Se você sentir o carro puxando mais para um lado do que para outro, não só está diminuindo a vida útil dos pneus, como também aumenta o consumo de combustível. Isso acontece porque o esforço para manter o carro alinhado exige trabalho do motor, por isso, respeite o prazo do fabricante para a verificação do alinhamento de direção.

Carregar peso excessivo

Em uma viagem longa, qualquer peso a mais é determinante no consumo de combustível. Por isso, priorize carregar somente itens como roupas e produtos pessoais. Alimentos e bebidas são exemplos de cargas que podem ser adquiridas em qualquer mercado no próprio destino de viagem.

Fazer trajetos curtos

Nas cidades, a maioria dos carros são utilizados para trajetos curtos de até 5 quilômetros, o que também demanda frequentes arrancadas e paradas para estacionar. Sabendo disso, procure fazer os caminhos mais curtos a pé ou de bicicleta e consumir menos combustível, além economizar, faz bem a saúde.

Se precisar resolver pendências, organize os destinos conforme a localização e estacione o carro em um ponto próximo de vários deles. Assim, você consegue chegar a diversos lugares sem precisar do carro a todo momento.

Usar acessórios em viagens longas

Evite carregar objetos grandes em racks, pois eles contribuem para o aumento da resistência do veículo ao ar, gerando mais gastos. É claro que alguns equipamentos como bicicletas e pranchas são imprescindíveis para as viagens de lazer, mas se o desejo for transportar bagagens, o ideal é limitá-las ao porta-malas.

Não manter a distância do veículo da frente

Quando muito próximo de outro carro, você necessita frear e, logo após, recuperar a velocidade. Nesse vai e vem frequente, o veículo exige um consumo maior, portanto, mantenha sempre uma distância adequada.

Colocar ponto morto também consome combustível

Um mito que circula entre muitos motoristas é o fato de que deixar o carro em ponto morto não consome combustível. Acontece que, nessa situação, o veículo se mantém em funcionamento e, consequentemente, continuará consumindo uma pequena quantidade de gasolina. Sendo assim, a dica é desligar o carro quando estiver em um grande congestionamento ou tiver a certeza de que precisará esperar parado por um período considerável.

Não levar o carro para revisão

Seu carro deve ser tratado como um bem que precisa de cuidados para exercer sua função de forma plena. Assim, se você não dedica um tempo para a manutenção, pode contar com problemas futuros que envolvem também o consumo de combustível.

Prevenir é mais fácil e rápido do que solucionar. Portanto, atente-se às orientações do fabricante e às necessidade de sua família. Um carro com a manutenção em dia contribui para a economia de recursos e para a segurança de todos.

O que achou das dicas de economia? Compartilhe e aproveite para conferir também os carros 1.0 mais econômicos!