Estresse no trabalho? Confira dicas para manter a calma

O estresse é considerado um dos maiores males da atualidade, sendo que muitas das vezes, este problema está diretamente relacionado com o trabalho. Para se adaptar às novas tendências e manter sua competitividade, as empresas têm que continuar mudando e, consequentemente, cobram mais de seus funcionários. Essas situações em muito contribuem para um aumento do estresse.

O estresse traz consequências para os indivíduos, para as empresas e até mesmo para a sociedade. Pessoas acometidas por este mal podem apresentar hipertensão, distúrbios gástricos, fadiga, distúrbios do sono, depressão, síndrome do pânico, taquicardia e muitas outras condições. Estes distúrbios reduzem a produtividade e refletem no trabalho, podem levar a maior índice de absenteísmo, menor produtividade em atividades, tanto individual quanto em equipe, atrasos na entrega de projetos, perda de oportunidades, erros, acidentes de trabalho, maiores custos com saúde e maior turnover.

Em leves doses o estresse pode ser positivo, pode levar a mudanças necessárias à vida do indivíduo e a melhoras no ambiente de trabalho. O problema é quando este se torna prolongado e intenso, sendo assim, prejudicial à saúde.

O estresse ocupacional acaba surgindo de uma desigualdade entre as demandas existentes no trabalho e a habilidade ou possibilidade do trabalhador em enfrentá-las. As causas para o estresse no ambiente de trabalho podem ser muitas, podem estar relacionadas ao conteúdo do trabalho (trabalho monótono, alta competitividade, grande volume, prazos curtos, insegurança) ou contexto do trabalho (pagamentos, carreira, relações com colegas, falta de autonomia, longas jornada, mudanças na estrutura da empresa).

A mudança de hábitos é fundamental para ter um resultado positivo contra o estresse. É importante cuidar bem do corpo e da mente, seja com práticas esportivas e de meditação. Uma melhor comunicação entre gestores e funcionários é um bom ponto de partida.

Dentre as ações de redução do estresse pode-se citar: conservar o bom relacionamento no ambiente laboral, gerenciar o tempo de trabalho para cada atividade, responsabilidades mais adequadas, maior liberdade para agir, fatores como a autoconfiança e não se sentir constantemente pressionado contribuem para o bem-estar.
Fora do ambiente de trabalho, o incentivo a hobbies também é muito importante, são fontes de distrações e dão a sensação de prazer.

Busca-se com tudo isso criar uma organização saudável. A chamada organização saudável não é aquela em que todos os indivíduos têm saúde perfeita, mesmo porque tal situação é inalcançável. Uma organização saudável pode ser descrita como uma que equilibra as necessidades dos funcionários, da empresa e de seus clientes.

Dicas para combater o estresse:

  • Identifique a causa;
  • Tenha uma alimentação saudável;
  • Procure apoio psicológico, de um profissional ou mesmo da família e amigos;
  • Pratique atividades físicas;
  • Faça atividades prazerosas;
  • Lide com os desafios como quem conhece algo interessante;
  • Procure olhar o lado positivo dos fatos e situações;
  • Seja mais organizado. Jogue fora o que não serve mais para sua vida;
  • Durma bem;
  • Por fim, não leve trabalho para casa!

Colaborou: Tassiana Paula Fattori, médica do trabalho da Área de Gestão Médica da Porto Seguro – Bioqualynet

Fonte: WORLD HEALTH ORGANIZATION Stress at the workplace